PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

2

0

Valença

Abrunhosa: “Valença é a terra das mulheres mais bonitas do País” [VÍDEO e FOTOS]

29 Julho, 2023 - 03:45

4689

0

Festival Contrasta.

“Valença é a terra das mulheres mais bonitas do País”. O juízo foi proferido esta sexta-feira por Pedro Abrunhosa que, evidentemente, levou ao rubro as milhares de fãs que assistiram ao concerto do artista na Fortaleza de Valença, integrado no Festival Contrasta.

 

Um concerto de aproximadamente duas horas, repleto de mensagens de paz. Foi aliás com a palavra PAZ que o cantor iniciou e terminou o espetáculo.

 

Sempre ao seu estilo, Abrunhosa deu um concerto muito assente na interatividade. Recorde-se que o próprio já tinha garantido que isso iria acontecer, em entrevista à Rádio Vale do Minho.

 

Entrou em palco com o tema Fazer o Que Ainda Não Foi Feito. Seguiu com o já conhecido Não Posso Mais, e a multidão ajudava. Letra bem sabida… de cor e salteado.

 

A puxar sempre pelo público, Abrunhosa passou pelo Rei do Bairro Alto. Colocou a multidão a saltar.

 

 

 

Veja as fotos [Rádio Vale do Minho]

 

 

 

 

Veio então o inevitável Talvez F*der, com mais uma mensagem e apelo à paz a acompanhar.

 

 

 

Veja o vídeo [Rádio Vale do Minho]

 

 

 

O concerto entrou numa fase mais calma e romântica. Todos cantaram Se Eu Fosse Um Dia o Teu Olhar.

 

Seguiu-se a interpretação de Hallelujah, de Leonard Cohen, onde o cantor lembrou os refugiados. Sobretudo “crianças que morrem no mar” porque “há uma Europa que lhes fecha as portas e a minha Europa não fecha as portas a refugiados”. 

 

Longo aplauso no público, com telemóveis levantados.

 

 

 

Durante a interpretação do tema Hallelujah

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

 

Abrunhosa imprimiu mais velocidade e chegou o Acima & Abaixo.  A seguir, o É Preciso ter Calma levou a multidão ao rubro. Mais um clássico.

 

E por falar em clássicos… não podia faltar o Socorro.

 

 

 

Veja as fotos [Rádio Vale do Minho]

 

 

 

O espetáculo estava já quase no fim e começou a chover. Ninguém arredou pé. Ilumina-me foi entoada com telemóveis e guarda chuvas.

 

“É um profundo orgulho tocar no Alto Minho. Ver a vossa resiliência com todos esses guarda-chuvas abertos”, enalteceu o artista.

 

Já nos encores, Pedro Abrunhosa regressou ao palco Para os Braços da Minha Mãe. Logo a seguir… a Lua.

 

 

 

“Vim aqui namuralhar

Antes de ir embora, o cantor elogiou ainda a Fortaleza de Valença. Confessou que viveu episódios de amores nas muralhas. “Vim aqui namorar… ou melhor, namuralhar. Gargalhada geral.

 

A fechar… Tudo o que Eu te Dou, pois claro. A multidão a cantar em uníssono… e a palavra PAZ novamente projetada no palco.

 

Mais um longo aplauso a concluir aquele que foi o primeiro dia o Festival Contrasta.

 

O evento prossegue este sábado com Ana Moura, Maro e S. Pedro.

 

 

 

 

[Fotografias capa: Rádio Vale do Minho]

Tópicos:

#Festival

Últimas