PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Valença

Valença: Vão começar os encontros literários – Isabel Rio Novo dá ‘pontapé de saída’

20 Abril, 2022 - 10:44

535

0

‘As Palavras que nos Unem’.

A Biblioteca Municipal de Valença vai ser palco esta quinta-feira, dia 21 de abril, da primeira sessão do ciclo de encontros literários intitulado As Palavras que nos unem. Tratam-se de 10 momentos do género que, neste mês de abril e também em outubro, vão percorrer as bibliotecas municipais do Alto Minho com diferentes convidados.

 

Em Valença é esperada a presença de Isabel Rio Novo. 

 

Nasceu no Porto, onde se doutorou em Literatura Comparada. Leciona Escrita Criativa e outras disciplinas no âmbito da literatura, cinema e outras artes, sendo autora de diversas publicações académicas nessas áreas.

 

Enquanto ficcionista, é autora da narrativa O Diabo Tranquilo (2004), a partir de poemas de Daniel Maia-Pinto Rodrigues, da novela A Caridade (2005, Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes), do livro de contos Histórias com Santos (2014) e dos romances Rio do Esquecimento (2016, finalista do Prémio LeYa e semifinalista do Prémio Oceanos), A Febre das Almas Sensíveis (2018, finalista do Prémio LeYa) e Rua de Paris em Dia de Chuva (2020, finalista do Prémio Europeu de Literatura e do Prémio de Narrativa do PEN Clube). Em 2019, publicou O Poço e a Estrada, uma biografia de Agustina Bessa-Luís.

 

Durante a manhã, a partir das 10h30, a escritora estará com alunos do Ensino Secundário para falar sobre o tema A Arte Alimenta-se da Vida.

 

 

 

 

Mais à noite, pelas 21h30 e na companhia do escritor Paulo Moura, falará sobre A Elegância das Palavras.

 

 

 

 

Integrada no projeto Inclusão ativa de grupos vulneráveis – Cultura para todos, dinamizado pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho), esta iniciativa vai juntar à conversa diferentes autores portugueses, unindo todo os públicos em torno dos livros, um pretexto para a reflexão sobre o poder das palavras enquanto instrumento privilegiado para combater desigualdades, alertar para a exclusão e motivar coletivamente para a coesão social.

 

A primeira fase ocorrerá durante o mês de abril, nomeadamente em Valença (dia 21), Arcos de Valdevez (dia 22), Caminha (dia 23), Ponte de Lima (dia 29) e Vila Nova de Cerveira (dia 30).

 

Em outubro, terá lugar uma segunda etapa desta edição, abrangendo outros cinco concelhos do Alto Minho (Melgaço, Ponte da Barca, Viana do Castelo, Monção e Paredes de Coura).

 

Durante estas sessões serão disponibilizados suportes informativos para pessoas com limitações visuais ou auditivas, como o programa em braille e com audiodescrição e a tradução simultânea das sessões em língua gestual.

 

Esta iniciativa conta com o apoio da RIBAM – Rede Intermunicipal das Bibliotecas Públicas Municipais do Alto Minho, constituída pelas 10 bibliotecas dos municípios do Alto Minho, que disponibilizam as suas instalações para a realização destes encontros, garantindo as melhores condições possíveis no acesso físico à participação.

 

A lista de autores convidados reúne alguns dos nomes mais marcantes da cultura nacional, com provas dadas na Literatura, Ensino e Investigação Académica, Cinema, Imprensa, Rádio, Televisão, Direito, ou até nas Palavras Cruzadas.

 

Assim, ainda durante este mês de abril – e para além de Isabel Rio Novo – vão passar pelo roteiro cultural do evento, os escritores Paulo Moura, Tiago Salazar, Rui Cardoso Martins, Silvia Alves, Paulo Freixinho, Manuel Jorge Marmelo, Manuella Bezerra de Melo, Rui Zink, Renato Filipe Cardoso, Mário Augusto e Álvaro Laborinho Lúcio.

 

A moderação dos encontros estará a cargo de João Morales.

 

Estarão, também, presentes nos locais das sessões as livrarias Santa Teresinha (Valença), Centésima Página (Caminha), A União (Ponte de Lima), Versus (Arcos de Valdevez) e a Porta Treze – Associação Poética de Todas as Artes (Vila Nova de Cerveira). A Rádio Vale do Minho é o media partner da iniciativa. O programa detalhado dos encontros literários encontra-se disponível no site da RIBAM.

 

Refira-se que o projeto Inclusão ativa de grupos vulneráveis – Cultura para todos, no qual se insere a atividade Encontros Literários do Alto Minho – As palavras que nos unem, é cofinanciado pelo PO Norte 2020, através do Fundo Social Europeu, e tem como principal objetivo a estruturação, dinamização e capacitação de uma rede de cooperação envolvendo as entidades locais de apoio social e cultural, tornando as manifestações culturais mais inclusivas e acessíveis.

 

 

[Fotografias: DR]

Últimas