PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Monção

“Só cantamos o ‘Vamos à Foda’ em Monção! É exclusivo”

14 Outubro, 2023 - 14:23

3369

0

Autores do conhecido tema ‘Vamos à Foda’ marcaram presença no V Capítulo da Confraria.

“Só cantamos o Vamos à Foda em Monção! É exclusivo”. A garantia foi deixada este sábado à Rádio Vale do Minho por Jorge Salgueiro e Pi d’Areosa, membros do grupo Sons do Minho.

 

Confrades de Honra da Confraria da Foda de Pias, Monção, os dois membros marcaram presença este sábado no V Capítulo de Entronização de novos confrades.

 

“Este prato é um símbolo de Monção. É símbolo da tradição, da amizade e de tudo o que nos faz juntar hoje aqui em Monção”, disse Jorge Salgueiro.

 

Assumem-se “muito orgulhosos” de serem “padrinhos” da Confraria da Foda. Mas também “grandes consumidores” deste prato que em 2018 foi elevado a uma entre as 7 Maravilhas de Portugal à Mesa.

 

São autores do já popular tema Vamos à Foda, que se tornou o hino da Feira da Foda que anualmente, em Março, se realiza na freguesia de Pias, neste concelho.

 

“É muito gratificante ver os mais diversos membros das confrarias que aqui estão a olharem para nós e a trautear o refrão desta música”, disse Pi d’Areosa.

 

 

Sons do Minho no V Capítulo de Entronização da Confraria da Foda

[Fotografia: Cedida à Rádio Vale do Minho]

 

 

 

Hoje há concerto

Os Sons do Minho vão atuar este sábado na Praça Deu la Deu, em Monção, às 22h30.

 

Questionados sobre o que podem esperar os monçanenses do espetáculo, Jorge Salgueiro teve resposta pronta. “Vamos tocar aquela do Vamos à Foda… Vamos à Fooooda, trauteou. Gargalhada imediata.

 

Seguiu-se uma confissão.

 

“Por todo o País pedem-nos para tocar este tema. Mas não o fazemos. É um tema exclusivo de Monção. Esta música só a tocamos em Monção”, assegurou.

 

 

 

Barbosa radiante e recordou episódio de 2019

As palavras dos músicos, como é evidente, encheram de orgulho o Presidente da Câmara de Monção.

 

À Rádio Vale do Minho, António Barbosa realçou “o caminho brutal” que a Foda fez nos últimos anos.

 

“A Confraria da Foda e as nossas gentes têm feito um trabalho muito digno, afirmando os territórios em torno daquilo que sabemos fazer”, disse o autarca.

 

Sobre a exclusividade do tema Vamos à Foda, o Presidente da Câmara – com é evidente – aplaudiu.

 

Recordou um episódio semelhante ocorrido em 2019, noticiado pela Rádio Vale do Minho, numa altura em que as Roscas de Monção eram candidatas a uma entre as 7 Maravilhas Doces de Portugal.

 

“Estou aqui em Lisboa… acordo de manhã e apetece-me comer Roscas de Monção. Como é que eu faço?”, perguntou o apresentador Carlos Malato.

 

Ao seu estilo, António Barbosa teve resposta pronta.

 

“Pega no carro. Vai visitar a terra mais bonita de Portugal que é Monção. É fácil”.

 

 

 

Momento em que Barbosa surpreendeu Malato com resposta pronta

[Fotografia: Screen/RTP]

 

 

Recorde-se que mais de duas dezenas de restaurantes do concelho estão por estes dias também a servir este prato.

 

“Dos dados que tenho tido está a correr bastante bem. No entanto, penso que o impacto destas iniciativas é hoje menor do que antigamente. Outrora o nosso comércio vivia muito de quatro ou cinco eventos realizados durante o ano… mas hoje temos uma procura do nosso território que é mais constante e que se estende ao longo de todo o ano”, observou.

 

“Sinal de que hoje Monção consegue ter turismo de forma continuada”, concluiu Barbosa.

 

 

 

[Fotografia: Cedida à Rádio Vale do Minho]

 

 

Sobre a Foda

Confecionada de forma tradicional, em alguidar de barro e levado ao forno de lenha, Foda assume-se, desde há vários anos, como uma referência da gastronomia monçanense. 

 

A preparação deste prato tem uma duração superior a 24 horas, entre banhos e cozedura. O cordeiro é colocado em cima do alguidar de barro, para pingar sobre o arroz, sendo levado a forno de lenha, previamente aquecido, cuja porta se abre apenas duas vezes, uma para virar e outra para retirar o cordeiro.

 

Em 2018, o Cordeiro à Moda de Monção foi elevado a uma entre as 7 Maravilhas de Portugal à Mesa, no concurso emitido pela RTP.

 

 

[Fotografia capa: Rádio Vale do Minho]

Últimas