PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

4

3

Vila Nova de Cerveira

Cerveira: Roubaram a escultura do Cervo no monte do Crasto

1 Abril, 2022 - 08:33

9069

3

1 de Abril.

[Atualizada – Mentiras do 1º de Abril de 2022]

 

 

Não. Não estão previstos quaisquer casinos-hotéis em Melgaço e o emblemático Cervo no monte do Crasto, em Vila Nova de Cerveira, também não foi roubado. Foram, pois claro, as nossas mentiras de 1 de abril.

 

Tradicionalmente fazemos uma, mas este ano carregamos na maroteira e lançamos duas rasteiras

 

Foram muitos os que deduziram de imediato que ambas as histórias se tratavam de graças da nossa parte. Mas houve também ouvintes e internautas (poucos) que ficaram mais na dúvida a avaliar pelas reações.

 

Histórias totalmente fictícias, assim como são também evidentemente fictícias as declarações tanto do The Star Entertainment Group como da própria GNR. 

 

Entre muitas gargalhadas, a Rádio Vale do Minho recebeu ao longo de todo o dia várias felicitações pela criatividade da brincadeiras.

 

A verdade está, assim, reposta. Nunca houve nem existem quaisquer indícios de existir num futuro – pelo menos a curto prazo – casinos-hotéis em Melgaço. Quanto à escultura do Cervo, está lá… para orgulho dos cerveirenses e de todos nós.

 

 

O que é real na história de Melgaço?

Na notícia sobre os dois casinos, há um pano de fundo real na história que importa aqui também referir. 

 

Embora as imagens virtuais dos supostos casinos sejam meramente avulsas, de arquivo e com direitos reservados, o The Star Entertainment Group existe e detém o emblemático The Star Casino, em Sidney.

 

É também verdade que vem aí um significativo investimento para a futura Zona Industrial de Alvaredo. São 15 milhões de euros e o nome da futura fábrica ainda não é conhecido. Sabe-se apenas que é portuguesa.

 

Também aconteceu na realidade, conforme noticiou o jornal O Minho, que Melgaço garantiu 11,8 milhões do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para a modernização de áreas empresariais. Foi em Vila Real, no passado dia 16 de março, que se realizou a cerimónia de assinatura dos contratos de várias áreas de acolhimento empresarial.

 

 

 

E o roubo do Cervo?

Aí tudo se resumiu à pura magia da edição de imagem. Através de uma fotografia de arquivo daquele monumento, com direitos reservados, procedemos apenas a uns retoques por forma a fazer desaparecer a emblemática escultura.

 

 

À esquerda a fotografia original, e à direita a mesma fotografia após ter sido submetida à edição de imagem
[Fotografia: Arquivo/Direitos Reservados]

 

 

Inaugurada em agosto de 1985, a escultura é da autoria de José Rodrigues. Está instalada no cimo do monte do Crasto, na Serra da Gávea.

 

O caminho de acesso à escultura, construído em 1988, transformou o espaço num miradouro com vista para o rio Minho.

 

O “Cervo” assumiu-se como um símbolo de Vila Nova de Cerveira uma vez que uma das versões sobre a origem do nome do concelho prende-se com a exigência de muitos cervos (veados), sendo que as armas do concelho têm também a imagem daquele animal.

 

 

 

[Fotografia capa: DR/Fotomontagem Rádio Vale do Minho]

Últimas