PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Caminha

Caminha: Vem aí uma nova revista

13 Dezembro, 2023 - 18:16

286

0

Vai ser apresentada na Biblioteca Municipal.

Chama-se Ínsua – Cadernos de História, Ciência e Cultura do Município de Caminha.

 

Trata-se de uma revista  “focada nas áreas matriciais da História, da Ciência e da Cultura, e tem como objetivo principal a difusão de estudos e textos que incidam sobre a vertente local e regional. O primeiro número desenvolve-se à volta do trabalho e da obra de Manuel Jorge de Avillez, um homem que dedicou parte significativa da sua vida à investigação da história de Caminha”, revela o Município.

 

Vai ser apresentada no próximo domingo, na Biblioteca Municipal. 

 

A publicação, que será anual, “fazia muita falta e que vem contribuir para enriquecer e preservar a nossa História comum”, considera a autarquia.

 

“A revista é constituída por áreas diversificadas, mas, fiel ao seu título, versa, sobretudo, as áreas matriciais da História, da Ciência e da Cultura, e tem como objetivo primordial a difusão de estudos e textos que incidam sobre a vertente local e regional — incluindo recensões — da autoria de investigadores locais ou que incidam as suas pesquisas sobre as realidades locais. Ocasionalmente, os números da ÍNSUA poderão ser temáticos, agrupando textos e estudos de um determinado campo de investigação ou referente a uma mesma realidade, ou ainda a um mesmo autor”, lê-se ainda no estatuto.

 

O Presidente da Câmara, Rui Lages, assume a direção da revista e diz que “é um privilégio fazer parte deste projeto, uma das decisões de que vou guardar para a vida, uma reconfortante memória. A política não é a espuma dos dias, as pequenas quezílias quase sempre sem sentido ou utilidade; não é apenas a obra construída, o património material. O que temos obrigação de fazer pela comunidade que em nós confiou é muito, é tudo, e a Cultura é parte disso”.

 

A Ínsua, diz o autarca, “é o espaço certo. Um espaço democrático, aberto, isento, sem preconceitos; fiel apenas ao rigor, ao respeito, às pessoas e às memórias”.

 

A sessão de apresentação está marcada para as 11h00.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas