PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Alto Minho

Alto Minho: Este heliporto vai ter mais uma pista de aterragem para helicópteros de emergência e combate a incêndios

28 Março, 2024 - 01:36

1

0

Raio de ação das aeronaves ali sedeadas permite também dar cobertura ao território da Galiza.

O Município de Arcos de Valdevez consignou a empreitada do Heliporto de Arcos de Valdevez – Nova Fato, caminho de circulação e placa de estacionamento, pelo valor de 134.636,70 euros, adjudicada à empresa Predilethes – Construções. Lda.

 

O projeto prevê a construção de uma nova FATO (Pista de Aterragem) e de três pontos de estacionamento para os helicópteros Sikorsky UH-60 Black Hawk (1 “stand”) e Eurocopter AS350 Écureil (2 “stands”), com vista à sua utilização no âmbito do combate a incêndios rurais e de emergência médica.

 

A Câmara Municipal tem vindo a investir na realização de obras de melhoria das instalações do Centro de Meios Aéreos/Heliporto arcuense e na sua certificação, para que seja possível usar este equipamento para voos de Proteção Civil e Aviação Civil.

 

De assinalar que, o ano passado foi inaugurado o novo Hangar do Centro de Meios Aéreos de Tabaçô, um investimento, no valor de cerca de 1 milhão de euros.

 

Este novo equipamento tem condições para receber dois helicópteros, contribuindo para fortalecer a eficácia no combate inicial a incêndios florestais nos distritos de Viana do Castelo, Braga e Vila Real e em toda a área do Parque Nacional Peneda Gerês.

 

O raio de ação das aeronaves ali sedeadas permite também dar cobertura ao território da Galiza.

 

 

 

[Fotografia: Município Arcos Valdevez]

Últimas