Menu

+

0

1

Caminha

Alto Minho e Galiza unem-se para descobrir a origem do surto (10 casos na margem galega)

21 Novembro, 2023 - 22:47

1930

0

Surto.

O departamento de Saúde da Xunta da Galicia revelou hoje estar a colaborar com Portugal na investigação dos surtos de `legionella` naquela região espanhola e no concelho de Caminha, visando apurar se a totalidade dos casos identificados estão relacionados.

 

Segundo a RTP, os especialistas vão analisar e sequenciar as amostras recolhidas nas localidades afetadas para determinar se têm relação.

Dez pessoas estão infetadas com `legionella` nos municípios galegos de A Guarda e O Rosal, na Galiza.

 

Em Caminha, foi esta terça-feira anunciado um novo caso da doença. 

 

Segundo o Município, trata-se de uma mulher, de 83 anos de idade, residente em Vila Praia de Âncora.

 

Encontra-se internada no hospital de Viana do Castelo, “em situação estável”.

 

Até ao momento, informa o Município, “há oito casos referenciados e duas das pessoas que tinham sido internadas já tiveram alta”.

Foi iniciada uma investigação ambiental, com recolha de amostras de água das zonas onde residem as pessoas afetadas na Galiza, assim como do domicílio de cinco delas, mas os resultados “foram negativos”.

 

O primeiro doente de Caminha infetado com `legionella` foi notificado às autoridades de saúde no dia 10 de novembro.

 

A doença do legionário, provocada pela bactéria ‘Legionella pneumophila‘, contrai-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas