Menu

+

0

0

Destaques
Galiza

Tui: Junta da Galiza acaba com ensino de Português em instituto de referência

4 Outubro, 2020 - 10:01

321

0

PUB A Junta da Galiza, Espanha, decidiu suprimir o ensino de Português no IES San Paio, em Tui. Aquele espaço é considerado um instituto de referência em toda a região […]

PUB

A Junta da Galiza, Espanha, decidiu suprimir o ensino de Português no IES San Paio, em Tui. Aquele espaço é considerado um instituto de referência em toda a região autónoma e onde a língua de Camões é lecionada há mais de 30 anos de forma ininterrupta e que, de acordo com o jornal Praza, conta atualmente com uma centena de alunos.

A decisão foi oficialmente comunicada esta sexta-feira pela Inspeção Educativa. A comunidade escolar, evidentemente, mostrou-se desiludida, sobretudo num Município que integra uma Eurocidade fazendo fronteira com Portugal. 

Em declarações ao Praza, o diretor do Instituto mostrou-se indignado. Lamenta as “poucas explicações” dadas sobre esta medida que considera “inesperada”, sobretudo numa escola que já tem um departamento de português há mais de 20 anos.

A escola garante que já pediu “explicações claras” ao Governo galego. No entanto, o departamento irá mesmo desaparecer e os professores lamentam uma decisão que “coloca em perigo o ensino do português no futuro”. Acreditam mesmo que é o início do fim desta matéria.

“Isto um cortar de asas para poder desenvolver e promover a língua portuguesa”, disse Alberto Viso, professor de português, ao Praza.

 

Uma decisão “arbitrária” e “nefasta”

 

Entretanto, foi feita de imediato uma recolha de assinaturas onde dezenas de docentes manifestaram repúdio a uma decisão que, tal como a Associação dos Professores de Português da Galiza (DPG), consideram “arbitrária”.

“O Português tem uma forte demanda no IES San Paio, com cerca de uma centena de alunos matriculados no presente curso. A disciplina de Português conta, em decorrência disso, com uma carga horária mais do que suficiente para que se mantenha a especialidade e, consequentemente, o Departamento”, considera a DPG.

Lembra aquela associação que “o IES San Paio de Tui foi o primeiro de toda a Galiza em contar com cadeira e Departamento de Português, uma disciplina que leva 30 anos de ensino ininterrompido. Não faz sentido suprimir o Departamento decano do país, e muito menos fazê-lo quando tem alunos e carga horária”.

Sem palavras brandas, a DPG considera mesmo a decisão como “nefasta”. Refere mesmo que, caso venha a confirmar-se, a supressão do ensino do Português, implica um “duplo prejuízo” para os alunos.

“Por um lado, os futuros estudantes não terão a opção de estudar Português. Por outro, os estudantes atuais vão ser obrigados a mudar de língua estrangeira a meio dos seus estudos aterrando noutra língua sem quaisquer bases”, aponta a DPG.

De acordo com dados do ano letivo 2018/2019, existem na Galiza 73 escolas a ensinar o Português. É na comunidade autónoma da Extremadura que esta matéria conquista mais alunos – seis vezes mais do que em toda a Galiza, de acordo com números do jornal Praza.

O IES San Paio é um dos mais antigos institutos em toda a Galiza. A fundação remonta a 1845. Começou com apenas 65 alunos. Atualmente conta com mais de meio milhar.

 

[Fotografia: Arquivo / DR]

 

PUB

Últimas