PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

País

Restauração: Hoje foi dia de Estrelas Michelin – Nenhuma no Alto Minho… mas ‘caiu’ uma na Galiza

14 Dezembro, 2021 - 23:20

1116

0

Restauração.

De regresso ao formato presencial, a gala de entrega das estrelas Michelin para Portugal e Espanha, anunciou esta terça-feira os vencedores para 2022.

 

Para o Algarve, viajaram duas novas estrelas, respetivamente para os restaurantes A Ver Tavira, do chef Luís Brito e Al Sud, do chef Louis Anjos. Mais a norte, o restaurante alentejano Esporão, com a cozinha do chef Carlos Teixeira, acolheu a sua primeira estrela Michelin.

 

Na capital, o restaurante Cura com a cozinha do chef Pedro Pena Bastos arrecadou igualmente uma estrela. No Porto, o chef Arnaldo Azevedo subiu ao palco em representação do restaurante Vila Foz que passa a ostentar a estrela única.

 

Além destas novidades, em 2022, Portugal mantém todas as distinções anteriores e continua a não ter nenhum restaurante com a classificação máxima: três estrelas.

 

 

Galiza soma mais uma estrela

Não houve estrelas para o Alto Minho… mas uma ficou perto: caiu na Galiza. Foi para o restaurante Auga e Sal, em Santiago de Compostela. É o 15º restaurante da Galiza a alcançar o almejado patamar das estrelas Michelin.

 

Os restantes 14 são, recorde-se, Árbore da Vieira (A Coruña); As Garzas (Malpica); Retiro da Costiña (Santa Comba); A Tafona (Santiago); Casa Marcelo (Santiago); Culler de Pau (O Grove); Yayo Daporta (Cambados); Eirado da Leña (Pontevedra); Casa Solla (Poio); Pepe Vieira (Poio); Maruja Limón (Vigo); Silabario (Vigo); Nova (Ourense); e Miguel González (Pereiro de Aguiar).

 

 

[Fotografia: Jornal Quincemil]

Últimas