PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Paredes de Coura

Paredes de Coura anuncia revolução digital no comércio e serviços

3 Junho, 2024 - 20:13

5

0

Candidatura ao programa “Bairros Comerciais Digitais”, no âmbito do PRR-Plano de Recuperação e Resiliência.

Chama-se Bairro do Amor-CouraMe 5.0. Trata-se de uma autêntica revolução digital que se avizinha para o comércio e serviços de Paredes de Coura.

 

O projeto foi apresentado esta segunda-feira, na Elevadora-Centro de Capacitação Empresarial daquele concelho.

 

De acordo com o Município, resulta da candidatura ao programa “Bairros Comerciais Digitais”, no âmbito do PRR-Plano de Recuperação e Resiliência.

 

“É mais um passo na digitalização que se traduzirá numa clara vantagem ao nível da competitividade, alavancando o crescimento da economia local”, considera a autarquia.

 

Liderado pelo Município e tendo como copromotor a ADL-Associação para a Promoção da Cultura e do Desenvolvimento Económico das Terras de Coyra (LANDRA), este consórcio CouraMe5.0 identifica como principal objetivo o “aumento da resiliência e competitividade do comércio e serviços de proximidade de Paredes de Coura, criando um ecossistema territorial diferenciador, que permita alavancar o crescimento económico local, sustentado na adoção de tecnologias emergentes, no respeito por princípios de sustentabilidade, bem-estar social e coesão territorial”.

 

 

[Fotografia: cortesia Elevadora à Rádio Vale do Minho]

 

 

 

O que vai acontecer?

No plano digital, refere a autarquia local, está prevista a criação de um marketplace, website e uma app [para telemóveis], onde todo o comércio e serviços deste Bairro poderão estar presentes.

 

Associadas a estas ferramentas, existirão ainda plataformas de apoio aos comerciantes aderentes, com a disponibilização de dados de consumo.

 

O reforço da conetividade wi-fi permitirá o acesso a internet gratuita em todo o Bairro.

 

Serão também instalados centros de informação digital, como mupis e ecrãs de alto brilho.

 

 

 

[Fotografia: cortesia Elevadora à Rádio Vale do Minho]

 

 

Fora do domínio digital, o mobiliário urbano inteligente será uma também aposta, com bancos e papeleiras autossuficientes.

 

O sistema de slots de entregas digital trará também inovação ao Bairro, permitindo a entrega de encomendas através de cacifos acedidos com códigos enviados por mensagem.

 

A monitorização e sustentabilidade ambiental estarão presentes, com a instalação de um sensor que permitirá a análise de parâmetros relativos à qualidade do ar.

 

A Associação Empresarial de Paredes de Coura-AEPCoura, a Associação para a Divulgação da Ciência e Promoção do Desenvolvimento Intelectual-Cientificamente e a Escola Profissional do Alto Minho Interior- EPRAMI são outros parceiros deste projeto.

 

 

 

[Fotografia capa: cortesia Elevadora à Rádio Vale do Minho]

Últimas