PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Caminha

País: Caso Miguel Alves – “Para o Governo, a situação está esclarecida”

10 Novembro, 2022 - 16:34

347

0

Caso Miguel Alves.

“Para o Governo, a situação está esclarecida”. A garantia foi deixada esta quinta-feira pela ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, sobre a polémica em torno de Miguel Alves, Secretário de Estado do Primeiro-Ministro e antigo Presidente da Câmara de Caminha.

 

“Questões relacionadas com a justiça não dizem respeito ao Governo. O secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro deu os esclarecimentos e agora é tempo de nos dedicarmos ao nosso trabalho”, disse Mariana Vieira da Silva, esta quinta-feira, segundo a Renascença, no final da reunião do Conselho de Ministros.

 

Questionada pelos jornalistas se Miguel Alves devia demitir-se, a ministra da Presidência referiu que o próprio primeiro-ministro, António Costa, já saiu em defesa do secretário de Estado adjunto.

 

“Creio que está esclarecida a diferente situação em que algumas saídas do Governo se verificaram. Eu não vou fazer nenhum comentário sobre nenhum caso, suposto caso ou tema dessa natureza, porque esse não é o quadro deste briefing e, para o Governo, a situação está esclarecida, não teria dito o primeiro-ministro o que disse sobre o caso se a situação não estivesse esclarecida”, sublinhou Mariana Vieira da Silva, citada pela emissora.

 

Miguel Alves está envolvido numa polémica. Em causa está um contrato-promessa de arrendamento para fins não habitacionais, aprovado em 2020, que previa a construção de um Centro de Exposições Transfronteiriço (CET) na quinta do Corgo, em Vilarelho.

 

O Secretário de Estado está a ser investigado pelo Ministério Público por causa daquele contrato-promessa que celebrou quando era presidente da Câmara de Caminha. PSD e Chega já entregaram pedidos de audição urgente do governante no parlamento.

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]

Tópicos:

#Caminha

Últimas