PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

1

Paredes de Coura

P. Coura: EPRAMI mostra empresas onde alunos poderão trabalhar após curso de Biotech (Zendal é uma delas!)

26 Junho, 2022 - 23:14

1080

0

Novo curso começa já no próximo ano letivo.

O grupo espanhol Zendal, responsável pela futura fábrica de vacinas em Paredes de Coura, é uma das saídas profissionais para os alunos que concluírem o novo curso de Técnico de Produtos Farmacêuticos e Biotecnológicos (BIOTECH), na Escola Profissional do Alto Minho Interior (EPRAMI).

 

Recorde-se que, conforme noticiou a Rádio Vale do Minho, este curso vai arrancar já no próximo ano letivo no polo de Paredes de Coura.

 

A inscrição encontra-se aberta e, segundo aquela escola,  “o Técnico/a de Produtos Farmacêuticos e Biotecnológicostem como objetivo formar profissionais com competências para aprendizagem, integração e aplicação de conhecimentos em áreas emergentes da Biotecnologia, nomeadamente na sua vertente aplicada ao medicamento e à saúde humana”.

 

Mas as saídas não se esgotam na Zendal.

 

Segundo aquela escola, para além da indústria farmacêutica e biotecnológica, os alunos poderão encontrar saídas na indústria química. E aí a EPRAMI destaca as empresas Doureca; Valver; Sarreliber; Selquímica; Itp; Eurochemicals Pinerosins.

 

 

[Fonte: EPRAMI]

 

 

A fábrica de vacinas da Zendal em construção em Paredes de Coura estará concluída antes do final do ano. O investimento total será de 22 milhões de euros, informou o grupo espanhol no passado mês de março.

Em comunicado, o grupo adiantou que as instalações em construção em Paredes de Coura ocupam uma “parcela de 50.000 metros quadrados, no parque industrial de Formariz”.

 

Em “quatro mil metros quadrados daquela parcela de terreno, foram já construídas as áreas técnicas, unidade de produção, armazém e escritórios, bem como um equipamento de 380 metros quadrados destinado ao tratamento das águas residuais e industriais, resultantes do processo de produção”.

 

O grupo espanhol adiantou que “as novas instalações em Portugal irão ter como eixo central a operacionalidade de uma unidade de fabricação que irá servir para alargar a capacidade da Zendal em termos de produção e acondicionamento de vacinas para a saúde humana”.

 

 

[Fotografia: Arquivo/Faro de Vigo]

Últimas