PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Norte

Norte e Galiza querem indústria aeroespacial e mobilidade elétrica

28 Janeiro, 2022 - 20:39

863

0

Economia.

O diretor do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT) da Eurorregião Norte-Galiza, Nuno Almeida, disse à Lusa que o Noroeste Peninsular quer atrair a indústria aeroespacial e da mobilidade elétrica, aproveitando as valências dos dois lados fronteiriços.

 

Segundo o Observador, Nuno Almeida apontou ao “setor muito importante” da indústria aeroespacial.

 

O objetivo, explicou, é conjugar as competências galegas com “as que as empresas portuguesas têm”, referindo-se especificamente ao Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEIIA), em Matosinhos (distrito do Porto), “a alguns centros tecnológicos e às próprias empresas ligadas ao setor automóvel”.

 

Mas o AECT da Eurorregião Norte-Galiza está também atento à “mobilidade do futuro”. E aí as atenções voltam-se para a fábrica Stellantis, em Vigo, e para a Bosch, em Braga.

 

Nuno Almeida referiu ainda que a Junta da Galiza (governo regional) está interessada em trazer uma fábrica de baterias elétricas para a Eurorregião, mas esta disputa “está a acontecer na Europa de uma forma muito competitiva”.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas