PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Monção

Monção: Resultados das eleições no PS não foram homologados

8 Outubro, 2022 - 13:59

838

0

Eleições internas.

[atualizada 15h04 – após correção feita pela Federação do PS de Viana do Castelo]

 

 

A Federação do PS de Viana do Castelo corrigiu-se e, afinal, homologou os resultados das eleições realizadas esta sexta-feira na Comissão Política Concelhia (CPC) do PS Monção.

 

Nas redes sociais, a CPC do PS Caminha divulgou ao início da tarde um comunicado anunciando a homologação dos resultados eleitorais e respetivos nomes dos líderes eleitos ou reeleitos em cada uma das concelhias socialistas do distrito. Monção não constava nesta lista.

 

 

Resultados eleitorais homologados pela Federação do PS de Viana do Castelo

[Fonte: CPC PS Caminha]

 

 

No entanto, minutos depois, a página do Facebook da Federação do PS de Viana do Castelo emitiu uma nova publicação semelhante. Desta vez Monção já passou a estar incluída. 

 

 

Resultados eleitorais homologados pela Federação do PS de Viana do Castelo

[Fonte: Federação Distrital PS Caminha]

 

 

Sabe a Rádio Vale do Minho que a única lista a sufrágio em Monção, liderada por Tiago de Lima, foi eleita com 22 votos a favor. Dos 42 militantes em condições de votar, 25 exerceram esse direito. Registaram-se ainda um voto branco e dois nulos.

 

A Rádio Vale do Minho tem tentado contacto com Tiago de Lima. Até ao momento, sem qualquer êxito.

 

 

Militante pediu impugnação

Sabe também a Rádio Vale do Minho que, durante o ato eleitoral realizado esta sexta-feira na sede do PS Monção, foi entregue por parte de José Lima Nogueira, militante nº 4.701 do PS, uma reclamação no sentido de impugnar aquele ato eleitoral.

 

“A vossa notícia foi a única que permitiu saber da existência desse candidato, pois, excepto o noticiado pelo órgão federativo marcado a data das eleições, jamais existiu qualquer contacto da estrutura concelhia ou do próprio sobre a sua decisão. Mais, para além da mesma, nem sequer é conhecida dos militantes e simpatizantes socialistas da existência e conteúdo da Moção que a vossa notícia aludiu”, disse o militante à Rádio Vale do Minho.

 

No documento entregue, ao qual a Rádio Vale do Minho teve acesso, o militante lamenta que não tenham sido cumpridos vários artigos dos Estatutos do partido durante o período que antecede este tipo de ato eleitoral. 

 

O documento, apurou a Rádio Vale do Minho, seguirá agora para análise da Comissão Distrital de Jurisdição do partido. 

 

 

[Fotografia capa: Ilustrativa/DR]

Últimas