PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

4

1

Monção

Monção/Merufe: Junta alerta para casal de assaltantes que se desloca num “Toyota branco”

28 Novembro, 2021 - 18:02

5911

2

Vaga de tentativas de burla e assaltos prossegue no Vale do Mouro.

A Junta de Freguesia de Merufe, em Monção, lançou este domingo um alerta, nas redes sociais, para um alegado “casal” de assaltantes que estarão atuar na freguesia. 

 

Um aviso que surgiu na sequência de uma pessoa, natural da freguesia, ter sido vítima da mesma dupla.

 

“Hoje infelizmente um Merufense foi vítima de assalto por um casal num Toyota branco na venda de meias. Não facilitem! Não abram a porta!”, apela a Junta de Freguesia de Merufe.

 

“Não devem dar qualquer tipo de informação! Liguem para a GNR! Vamos estar atentos. Vamos proteger-nos uns aos outros”, recomenda.

 

 

 

Alerta da Junta de Freguesia de Merufe lançado este domingo nas redes sociais
[Fonte: FB JF Merufe]

 

 

 

A freguesia de Merufe, a par de outras localizadas na zona do Vale do Mouro, em Monção, tem sido nas últimas semanas palco eleito para atuação de burlões.

 

Há pouco mais de uma semana, a Junta de Freguesia emitiu um alerta para  um grupo de indivíduos que estaria a informar a população de que a sede da Junta daquela freguesia estaria a receber sessões de fisioterapia.

 

“Percebemos o que estava a acontecer quando há dias uma funcionária da Junta atendeu um telefonema de um residente, o qual quis saber se realmente estávamos a proporcionar sessões de fisioterapia na Junta. Evidente que não”, disse à Rádio Vale do Minho o presidente da Junta de Merufe, Fernando Pinto.

 

Aquele órgão autárquico lançou de imediato o alerta nas redes sociais.

 

“A intenção dessas pessoas passará por estudar as vítimas. Perceber se são idosas, se vivem sozinhas e arranjar alguma forma de estudar a residência onde vivem”, interpreta o presidente da Junta.

 

O resto do esquema dos burlões, palpitou ainda o autarca, passaria por uma visita presencial à casa da vítima ou então arranjar forma de esta se ausentar da habitação caso residisse sozinha.

 

A Junta de Freguesia apela à população para tomar “muita atenção”.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas