PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

1

Monção

Monção: Fogo de artifício deste sábado vai acontecer meia hora mais cedo (saiba porquê)

20 Agosto, 2022 - 01:19

4476

0

Festa em Honra à Virgem das Dores.

O espetáculo de fogo de artifício das Festas em Honra à Virgem das Dores, em Monção, marcado para este sábado, vai acontecer meia-hora mais cedo. Segundo anunciou a organização, o início está agora marcado para as 23h30.

 

A sessão, à semelhança dos anos anteriores, vai ter lugar no Parque das Caldas. Mesmo ao pé do rio Minho.

 

Esta antecipação deve-se à situação de alerta em que Portugal vai entrar entre a meia-noite de domingo e as 23h59 de terça-feira.

 

Um cenário que, explicou este sábado o Ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, justificado pelo “novo pico de calor” previsto para os próximos dias.

 

Em causa estão limitações quanto ao uso do fogo, máquinas, trabalhos agrícolas e acessos aos espaços florestais, avançou José Luís Carneiro que comunicou a contratação de mais 500 bombeiros e o pagamento antecipado “superior a um milhão de euros às corporações de bombeiros que têm tido o esforço de integração no dispositivo especial no combate a incêndios rurais”.

 

Já durante a madrugada, em informação enviada à Rádio Vale do Minho, a organização referiu que devido à antecipação da sessão de fogo de artifício, o início do concerto das Bandas de Monção e de Famalicão foi também antecipado. O início está agora previsto para as 21h30.

 

 

Multidão a abanar o capacete

A segunda noite das Festas em Honra à Virgem das Dores ficou marcada pelas atuações de Berg, Maria Pires e Renaz. Madrugada dentro, foram dos DJ’s Pedro Lima e Pedro Pagodes a fazer a festa na emblemática rotunda da Danaide. 

 

À hora da publicação desta notícia a multidão crescia a olhos vistos ao redor de Pedro Pagodes que, ao seu estilo, animava o mar de gente a perder de vista.

 

 

Veja as fotos [Rádio Vale do Minho]

 

 

 

O programa das festividades prossegue este sábado, com as atuações das Bandas de Monção e de Famalicão (início antecipado para as 21h30).

 

Após o espetáculo de fogo de artifício (antecipado para as 23h30), vão seguir-se Thema Solus e, madrugada dentro, DJ Olivier.

 

Recorde-se que estas são as maiores festividades religiosas do concelho que regressam, em total normalidade, após dois anos de restrições devido à COVID-19.

 

Até segunda-feira, 22 de agosto, dias haverá muita música e momentos de maior carga religiosa. São esperados milhares de visitantes no concelho.

 

 

[Fotografia capa: Arquivo/Rádio Vale do Minho]

Últimas