PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

1

Monção

Monção: Estrelas europeias da dança e Grupo Paralelos na Feira do 27 (eis o PROGRAMA)

11 Agosto, 2023 - 13:40

1624

0

Feira do 27.

Foi divulgado esta sexta-feira o programa oficial da próxima edição da Feira do 27, na freguesia de Ceivães, em Monção.

 

O evento, conforme avançou já a Rádio Vale do Minho, vai realizar-se nos próximos dias 26 e 27 de agosto.

 

O arranque está marcado para o dia 26, sábado, pelas 9h00, com a abertura da feira do gado. Duas horas depois, acontece a abertura oficial com Alvarinho de honra.

 

Durante a tarde, a partir das 15h00, haverá animação com concertinas. Das 17h00 em diante sobe ao palco o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Barbeita.

 

Mais à noite, pelas 22h00, atua o grupo de Dança All Styles Dance Project, que este ano alcançou troféu de prata no Campeonato Europeu de Dança em Tarragona, Espanha. Às 22h30, sobe ao palco o grupo Paralelos.

 

No domingo, há mercado de produtos hortícolas. Durante a tarde atuam Cachadinha e Deolinda.

 

Pelas 17h00, será a vez do Rancho Folclórico das Lavradeiras de S. Pedro de Merufe.

 

 

 

 

Confira o programa ao pormenor:

[Fonte: JF Ceivães e Badim]

 

 

 

O evento, à semelhança das edições anteriores, vai decorrer no lugar de Santo Amaro, em Ceivães.

 

Um certame de promoção de gado e comercialização de produtos e artigos regionais.

 

Vocacionado para a promoção e comercialização de gado, o recinto anima-se com a sonoridade tradicional dos bombos e concertinas, bem como a venda de produtos alimentares e artigos manufaturados da região.

 

Realizada no último fim de semana de agosto, a Feira do 27 é, também, palco de despedida de muitos emigrantes desta área geográfica do concelho. Após um período de férias na terra natal, regressam ao país de acolhimento.

 

Recorde-se que, antes de 2015, este evento esteve adormecido durante mais de 40 anos.

 

Foi recuperado com objetivo na altura de “revitalizar um certame com grande tradição de comercialização de gado que, tendo estado em pousio durante mais de quarenta anos, continua vivo na memória de gerações de monçanenses”.

 

 

 

[Fotografia: Arquivo/Rádio Vale do Minho]

Últimas