PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

1

2

Monção
Vale do Minho

Monção é o concelho do Vale do Minho que mais recebe do OE 2022 – Veja os outros

12 Outubro, 2021 - 16:45

3085

0

No total, vão ser transferidos quase 100 milhões para o distrito de Viana do Castelo.

Dos seis concelhos do Vale do Minho, no distrito de Viana do Castelo, Monção é aquele que mais vai receber do Orçamento do Estado (OE) para 2022 – mais de 9 milhões de euros. Os dados foram divulgados pelo jornal O Minho, em conformidade com a proposta do OE apresentada esta terça-feira.

 

Para todo o Alto Minho ou seja, para o distrito de Viana do Castelo, o Governo vai transferir quase 100 milhões de euros.

 

Ainda no Vale do Minho, depois de Monção está Melgaço (7.63 milhões). Seguem-se Paredes de Coura (7.62 milhões); Caminha (7.1 milhões); VN Cerveira (6.9 milhões) e Valença (6.3 milhões)

 

Entre outras medidas, nesta proposta do OE, destacam-se a manutenção dos apoios a veículos de baixas emissões, que abrange automóveis e motas, convencionais ou elétricos, e bicicletas e o alargamento a todo o País da atribuição do subsídio de apoio ao cuidador informal no próximo ano.

 

A contribuição sobre embalagens descartáveis de plástico ou alumínio em refeições prontas vai fixar-se em 0,30 euros no próximo ano. As taxas de impostos especiais de consumo, onde se incluem o tabaco e as bebidas alcoólicas, vão ser atualizadas em 1% no próximo ano.

 

Continuam também em execução no próximo ano o Novo Incentivo à Normalização da Atividade Empresarial e o Apoio Simplificado às Microempresas.

 

 

Confira as transferências do Estado para o Alto Minho:

Arcos de Valdevez – 14.351.586 euros
Caminha – 7.119.909 euros
Melgaço – 7.634.803 euros
Monção – 9.177.194 euros
Paredes de Coura – 7.627.277 euros
Ponte da Barca – 6.840.907 euros
Ponte de Lima – 15.280.877 euros
Valença – 6.369.442 euros
Viana do Castelo – 18.394.076 euros
Cerveira – 6.962.423 euros
Total – 99.758.493 euros

 

 

[Fotografia: FB António Manuel Barros Dias]

Últimas