PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Valença

Manifestantes vão realizar marcha lenta contra fecho das urgências e ameaçam bloquear fronteira com Espanha

29 Março, 2010 - 15:02

311

0

Os utentes do Centro de Saúde de Valença do Minho marcaram para as 18:00 de hoje uma marcha lenta contra o fecho das urgências depois da meia noite, alertando que o protesto pode bloquear a fronteira com Espanha.

Os utentes do Centro de Saúde de Valença do Minho marcaram para as 18:00 de hoje uma marcha lenta contra o fecho das urgências depois da meia noite, alertando que o protesto pode bloquear a fronteira com Espanha. Esta é a resposta do movimento de cidadãos valencianos, depois do encerramento do Serviço de Atendimento Permanente (SAP) ter sido anunciado para as 24h00 deste domingo.
O porta-voz da Comissão de Utentes do Centro de Saúde de Valença garantiu hoje que o objectivo da concentração automóvel prevista para esta tarde é bloquear a fronteira com Espanha.
"Julgo que vamos ter um número de carros suficiente para uma marcha lenta que origine o bloqueio da ponte que atravessa o rio Minho", disse Carlos Natal, garantindo que "o bloqueio é para repetir nos próximos dias".
Carlos Natal explicou que, com este protesto, os utentes esperam "a inversão desta decisão política, e que o Centro de Saúde de Valença continua a ter um SAP".
Cerca de uma dezena de pessoas continuava ao final da manhã de hoje na entrada da "urgência" que foi desativada, mantendo a manifestação iniciada domingo contra o encerramento do SAP do Centro de Saúde de Valença.

Últimas