Menu

+

0

0

Valença

Carpinteira: “O futuro da floresta de pinheiro em Portugal está em Valença”

6 Fevereiro, 2023 - 20:10

1162

0

Presidente da Câmara conduziu Secretário de Estado no primeiro pomar de semente melhorada de pinheiro bravo de Portugal.

“O futuro da floresta de pinheiro em Portugal está em Valença”. As palavras são do Presidente da Câmara daquele concelho que esta terça-feira conduziu o Secretário de Estado da Conservação da Natureza e Florestas, João Paulo Catarino, ao pomar de Chamosinhos, o primeiro de semente melhorada de pinheiro bravo de Portugal.

 

O espaço localiza-se em São Pedro da Torre, naquele concelho. Uma visita que coincidiu com a primeira colheita de semente de pinheiro bravo que decorre, neste pomar, gerido pelo Centro PINUS, em Valença.

 

Até ao momento já foram recolhidas 2 toneladas de pinhas.

 

Este pomar, com vinte e três anos, reúne originais de pinheiros bravos produzidos através de sementes selecionadas entre os melhores exemplares das várias regiões do país. Estes, resultam de um trabalho de melhoramento da semente que permitiu o aumento de 21% do diâmetro e 12% da altura, quando comparados a uma árvore normal.

 

Um trabalho de investigação desenvolvido pelo INIAV e o apoio do ICNF no âmbito do Programa de Melhoramento Genético de Pinheiro-Bravo.

 

“Este pomar, de sementes melhoradas, é uma mais-valia para os processos de rearborização. Valença, agradece ao Centro PINUS por tornar este este pomar, localizado em Chamosinhos, numa referência nacional no setor das florestas”, considera Carpinteira.

 

A implantação deste pomar inovador em Valença resulta de uma parceria entre o Centro PINUS e os Baldios de Chamosinhos, em São Pedro da Torre. Uma parceria que tem contado, também, com a colaboração da Câmara Municipal de Valença através, sobretudo, da equipa de sapadores florestais.

 

Durante a visita ao pomar a equipa de escaladores do Centro PINUS fez a demonstração da colheita de pinhas tanto por meios manuais como mecânicos.

 

O Centro PINUS é uma organização do setor florestal que reúne todos os agentes da fileira do pinheiro-bravo. Criado em 1998, tem atualmente 27 associados que incluem representantes da produção florestal, consumidores industriais de madeira e resina e produtores de conhecimento.

 

 

 

[Fotografia: Município Valença]

Tópicos:

#Floresta

Últimas