PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Valença

Carpinteira: MUMI tornou-se uma “marca cultural da Eurocidade”

20 Setembro, 2022 - 09:54

256

0

MUMI 2022.

Vinte espetáculos ao vivo de várias bandas e artistas estão programados no encontro de música profissional MUMI 2022, que acontecerá de 29 de setembro a 1 de outubro em Valença e Tui.

 

Dez nomes da Galiza e outros dez de Portugal mostrarão ao público, profissional e geral, uma diversidade de propostas musicais da atualidade.

 

A organização do MUMI 2022 apresentou o programa de showcases e adiantou que durante o encontro, a oferta para profissionais terá lugar no Teatro Municipal de Tui e no Espaço OFF da Academia de Música da Fortaleza de Valença, enquanto os concertos abertos ao público terão lugar na Avenida da Estação, em Valença e no Paseo da Corredoira, em Tui.

 

O artista português Omiri e o projeto galego de Xosé Lois Romero Alibória estarão encarregados de oferecer o concerto de abertura do MUMI 2022 na quinta-feira 29 de setembro na Avenida da Estação, em Valença.

 

Diana Ferreira, da equipa organizadora do MUMI, foi a responsável pela apresentação do programa numa conferência de imprensa que decorreu esta manhã na Pousada de Valença. O presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira, o Alcalde de Tui, Enrique Cabaleiro, João Silva, da Direção Regional da Cultura do Norte de Portugal e Ana Laura Iglesias, Deputada de Turismo e Xuventude da Deputación de Pontevedra, também participaram do evento. Luís Ulloa do Rio Minho AECT e Manuel Roxo, da equipa MUMI também estiverem presentes.

 

O presidente da Câmara Municipal de Valença, José Manuel Carpinteira salientou que se trata de uma “marca cultural estratégica para a Eurocidade, e um estímulo para as economias locais” e manifestou o desejo de que se transforme numa “referência ibérica no campo da música e abrir as portas para novos mercados”.

 

Para o autarca de Tui, Enrique Cabaleiro “nenhum evento representa melhor a colaboração transfronteiriça do que o MUMI” e acrescentou que “esta é uma das fronteiras mais antigas da Europa, aquela com o maior índice de mobilidade e o número de intercâmbios industriais, comercial e financeiro, portanto é um território chave para um encontro como este”.

 

As inscrições profissionais para o MUMI 2022 continuarão abertas através da página mumimusicas.eu sem qualquer tipo de custos e até à data do próprio evento para facilitar a presença de interessados em realizar sessões de trabalho conjunto no espaço destinado a speedmettings ou reuniões rápidas.

 

Artistas, agências, empresas, profissionais de gestão cultural, gestores de programação, jornalistas e público em geral, vão reunir-se neste evento que pretende tornar-se a feira de música de referência da península ocidental e que visa criar novos mercados para a música galega e portuguesa, construir uma relação estável entre agentes e empresas da Galiza e de Portugal e destacar o talento criativo de proximidade com programadores e técnicos culturais de ambos os países.

 

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

Últimas