PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Arcos de Valdevez

Carne Cachena da Peneda integra a Arca do Gosto Slow Food

13 Março, 2013 - 08:24

87

0

A Ardal (Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima), em parceria com a Cooperativa Agrícola dos Agricultores de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca – entidade gestora da DOP “Carne Cachena da Peneda”, viu ser recentemente aprovada uma candidatura da carne Cachena a produto slow food.

Depois do Feijão Tarrestre, da Laranja de Ermelo e da Broa de Milho, é a vez da carne Cachena da Peneda integrar a lista dos produtos slow Food.

A Ardal (Associação Regional de Desenvolvimento do Alto Lima), em parceria com a Cooperativa Agrícola dos Agricultores de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca – entidade gestora da DOP “Carne Cachena da Peneda”, viu ser recentemente aprovada uma candidatura da carne Cachena a produto slow food.

O coordenador deste organismo destaca mais um passo para a preservação da Cachena, conferindo-lhe uma maior visibilidade a nível internacional.

Jorge Miranda explica que integrar a Arca do Gosto Slow Food contribui para a valorização, promoção e comercialização, em que todas as partes envolvidas neste processo da raça “saem a ganhar e são mais reconhecidos”.

A Carne Cachena da Peneda – Denominação de Origem Protegida é a mais pequena raça bovina portuguesa e uma das mais pequenas do mundo. Sobrevive nas zonas mais altas das Serras: Peneda, Soajo e Amarela, no seio do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

O sistema de exploração desta raça de bovinos é alicerçado num processo alimentar baseado em grandes períodos de pastoreio, em zonas de grande altitude. Estes O Produto Carne Cachena da Peneda – DOP trata-se de um produto endógeno de características organolépticas únicas. A carne distingue-se pela sua tenrura e sabor único.

A Arca do Gosto é um catálogo elaborado por Slow Food que identifica, localiza, descreve e divulga sabores quase esquecidos de produtos ameaçados de extinção, mas ainda vivos, com potenciais produtivos e comerciais reais.

O objetivo é documentar produtos gastronómicos especiais, que estão em risco de desaparecer. Desde o início da iniciativa em 1996, mais de 750 produtos de dezenas de países foram integrados na Arca.

Últimas