PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Arcos de Valdevez
Destaques

Arcos: Município vai investir 1 milhão de euros em ação social escolar

9 Setembro, 2021 - 08:39

67

0

PUB O Município de Arcos de Valdevez vai investir, no ano letivo de 2021/2022, cerca de 1 Milhão de euros em transportes escolares, refeições e auxílios económicos a alunos do […]

PUB

O Município de Arcos de Valdevez vai investir, no ano letivo de 2021/2022, cerca de 1 Milhão de euros em transportes escolares, refeições e auxílios económicos a alunos do concelho.

A autarquia pretende com este apoio “garantir a igualdade de oportunidades de acesso e sucesso escolares aos alunos de famílias com dificuldades económicas”.

Ao nível dos Transportes Escolares foi definido um plano que prevê transportes gratuitos para todos os alunos desde o pré-escolar até ao 12º ano e o investimento global previsto é de 657 mil euros e o número de alunos estimado é de 836, distribuídos pelos diferentes níveis de ensino.

Em termos de Ação Social Escolar foi contemplada uma verba de 52 mil euros, para atribuição de auxílios económicos a 1248 alunos arcuenses, sendo 526 alunos do 1º ciclo, 253 alunos do 2º ciclo, alargado este ano também a 469 alunos do 3º ciclo do ensino básico.

“A educação é uma prioridade para o Município de Arcos de Valdevez. Neste período inesperado de crise económica e social, o esforço de medidas de apoio à educação e às famílias revela-se crucial, contribuindo para a promoção do sucesso escolar e da igualdade de oportunidades no acesso à educação e da inclusão social”, realça a autarquia.

O Município assegura um apoio direto aos alunos através da oferta e comparticipação no valor total de livro de fichas. Neste apoio estão envolvidas as livrarias sediadas em Arcos de Valdevez, a quem são adquiridos todos os livros de fichas.

A nível de refeições, a autarquia investirá um valor total de 175 mil euros, destinados à aquisição de refeições destinadas aos alunos dos jardins de infância e do 1º ciclo da EB de Arcos de Valdevez.

A edilidade arcuense vai, também, com uma verba de 56 mil euros, contratar docentes para realizar o acompanhamento necessário aos alunos nas Atividades de Enriquecimento Curricular.

 

[Fotografia: Arquivo / DR]

 

PUB

 

Últimas