PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Desporto

Antevisão fim-de-semana desportivo 10 a 13 de Fevereiro

10 Fevereiro, 2012 - 12:56

104

0

Fazendo jus ao trabalho que vem desenvolvendo, a “Rádio Vale do Minho” está preparada para enfrentar mais um fim-de-semana em matéria desportiva, seguindo, a par e passo, o trajecto das equipas da sua área de influência.

Fazendo jus ao trabalho que vem desenvolvendo, a “Rádio Vale do Minho” está preparada para enfrentar mais um fim-de-semana em matéria desportiva, seguindo, a par e passo, o trajecto das equipas da sua área de influência.
Iniciando esta antevisão pelo Nacional, começamos por dar destaque ao encontro no Dr. José de Matos, em mais um derbie alto-minhoto, desta vez entre Vianense – Cerveira. Recordar-se-ão, certamente, da vitória dos homens da vila das artes, no passado encontro, com o então líder, Santa Maria, e do que ela representou em termos de sabor e de produto, mas não terá sido menos importante a motivação extra que provocou aos cerveirenses, mais empenhados – e esperançados também – em fugir ao incómodo lugar de lanterna vermelha da prova. Mas terão que contar com o “factor casa” e o valor do adversário, acrescido também da vitória moralizadora averbada em Melgaço. Derbie, porém, é sempre derbie, e como soe dizer-se “com resultado imprevisível”, de modo que avocamos a célebre tirada filosófica de João Pinto e … “prognósticos só no final do jogo”.
O Melgacense terá uma das últimas oportunidades para conquistar três pontos que lhe possam valer a subida de um lugar na tabela e fixar-se na tranquilidade da segunda fase. Caso não consiga a vitória nos Moinhos Novos, em Póvoa de Lanhoso, perante o Maria da Fonte, dificilmente escapará a jogar a manutenção e descida, já que, a verificar-se esse cenário, o Esposende, em caso de vitória, ficará a nove pontos, em doze por disputar. Além do mais, uma vitória do Melgacense perante o Maria da Fonte, não só lhe garantirá os três pontos do encontro, também importantes no pecúlio da segunda fase, como se afastará deste rival e beneficiará, duma maneira ou doutra, com os embates entre Esposende/Amares e Fão/Marinhas.

Na Honra, O líder Courense, após a dupla de empates caseiros (mais saboroso este último, perante o Ponte da Barca que o anterior com Correlhã), que diminuíram o seu avanço pontual, tem a primeira das dez finais no sempre difícil Estádio 15 de Agosto, enfrentando um Lanheses motivado pela ascensão nítida após regresso a casa própria (jogou a primeira volta em casa emprestada) e pela recente vitória na Correlhã. Prova de fogo para os comandados de Quim Zé, que não pretenderão perder qualquer ponto, atentos os encontros seguintes. À espreita da escorregadela vai estar, natural e ansiosamente, o Ponte da Barca, que recebe um Darquense em luta pela fuga à despromoção.
Desportivo de Monção e Valenciano têm o factor comum de jogarem em casa, perante adversários que lhes provocaram situações diferentes no jogo de ida. Enquanto os valencianos, ainda com expectativas maiores, venceram, facilmente, na Correlhã, os monçanenses deixavam dois pontos em S. Sebastião, naquela sequência da “teimosia” de empates. Em lugares tranquilos do meio da tabela, apesar de, teoricamente (apenas em teoria), parecer menos complicada a situação dos da terra de Deuladeu, ambos terão obrigatoriedade de sair vencedores.

A I Distrital vai estar em pausa, na transição entre a primeira fase, concluída na passada semana e o arranque da final, no próximo fim-de-semana. Nessa, participará o Campos que iniciará a tentativa de subida em Bertiandos, recebendo depois o Gandra, deslocando-se a Paçô, voltando a casa à quarta jornada com o Vila Fria e terminado, a primeira volta, em Arcozelo.
Já no Torneio Extraordinário, quis a sorte que os três intervenientes “Vale do Minho” – Raianos, Castanheira e Moreira – ficassem na mesma série. Castanheira inicia em casa recebendo o Moledense; o Moreira, também, perante o Lanhelas; só o Raianos se deslocará, na primeira jornada, à Facha, com estes últimos ainda em dúvida sob a participação. Os derbies acontecerão logo à ronda dois, entre Raianos/Castanheira, quatro, com Moreira/Raianos e na última, Castanheira/Moreira.

De regresso estará também o INATEL, apenas com a equipa do Longos Vales em competição, no que concerne aos “nossos”. O Estrela folgará, por calendário, e a equipa são-joanina recebe, no Santo António, o Calheiros, campeão em título, mas numa época em menor performance; aliás, os monçanenses começaram a prova com vitória no campo do Esmorigo, pelo que tudo farão, certamente, para consolidar a sua posição neste encontro primeiro da segunda volta.

Destaque também nos continuarão a merecer as modalidades e as camadas jovens, a quem dedicamos um programa especial às Terças-feiras e, para isso, trabalharemos no Sábado, com enfoque no derbie de Juvenis entre Moreira e Valenciano, para a Taça, bem como na manhã de Domingo, com os grandes e muito importantes embates entre Desportivo de Monção/Paçô e Cerveira/Vila Fria, em Iniciados.

Como habitualmente, saberá todos os pormenores do desenrolar dos encontros, na “TARDE DESPORTIVA”, no ar a partir das 14.30 horas de Domingo.
Depois das emoções de Domingo, esteja atento ao rescaldo na tarde ou noite de Segunda-feira, no “Prolongamento” ou nos “Tamanhos da Bola”, no dia imediato.

Últimas