PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Alto Minho

Alto Minho: Vem aí o FolkMonção – Saiba o dia em que passa no seu concelho

10 Julho, 2023 - 14:30

3636

0

FolkMonção.

O Alto Minho já conta os dias para a próxima edição do FolkMonção – O Mundo a Dançar. Será a 38ª edição. Vai decorrer entre 29 de julho e 6 de agosto.

 

A edição deste ano contará com a presença de grupos vindos da África do Sul, Argentina, Bolívia, Equador, Geórgia, México, Portugal, Taiti, Ucrânia e Venezuela.

 

“O propósito maior deste Festival Internacional de Folclore é, mais uma vez, brindar o público com espetáculos únicos, onde se celebra a cultura e as tradições de cada país e região através da dança e seus cantares”, recorda a organização.

 

“Na edição deste ano atuará mais um país do que os nove habituais, o que promete elevar a magia vivida dos palcos do FolkMonção, aponta a organização.

 

 

PROGRAMA

 

29 de julho, Barbeita, Monção, Largo da Ponte do Mouro

22h00 Gala D’ Aliança: Argentina – Geórgia – Portugal – Ucrânia

 

30 de julho, Monção, Campo da Feira

22h00 Gala Deu la Deu: Africa do Sul – Argentina – Bolívia – Equador – Geórgia – Portugal – Taiti – Ucrânia – Venezuela

 

31 de julho, Paredes de Coura, Centro da vila

22h00: Argentina – Bolívia – Taiti – Ucrânia

 

31 de julho, Salvaterra de Miño, Muralhas

21h30 (esp): Africa do Sul – Equador – Geórgia – Venezuela

 

2 de agosto, Arcos de Valdevez, Anfiteatro junto da Ponte Nova

22h00: Argentina – Equador – Geórgia – Taiti

 

2 de agosto, Vila Nova de Cerveira, Terreiro

22h00: Africa do Sul – Bolívia – Ucrânia – Venezuela

 

3 de agosto, Ponte de Lima, Expolima

22h00: Africa do Sul – Argentina – Bolívia – Equador – Geórgia – Taiti – Ucrânia – Venezuela

 

4 de agosto, Melgaço, Largo Hermenegildo Solheiro

22h00: Argentina – Equador – Geórgia – Taiti

 

4 de agosto, P. Barca, Centro da Vila

22h00: Africa do Sul – Bolívia – México – Ucrânia 

 

5 de agosto, Valença, Jardim Municipal

22h00: México – Taiti – Ucrânia – Venezuela

 

6 de agosto, Monção, Campo da Feira

22h00 Gala de Encerramento: Africa Do Sul – Argentina – Bolívia – Equador – Geórgia – México – Taiti – Ucrânia – Venezuela

 

 

Como vai ser?

Monção, volta a receber a Gala Deu-La-Deu, que assinala o primeiro domingo desta semana de espetáculos, bem como a Gala do Alvarinho/Encerramento (dia 6 de agosto), no Campo da Feira.

 

Um lugar enaltecido belo património histórico do município, as Muralhas, e uma capacidade para 6 mil pessoas sentadas.

 

Para além disso, os espetáculos irão acontecer na freguesia de Barbeita, em Monção, berço do Festival e ainda em: Arcos de Valdevez, Melgaço, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Ponte de Lima, Valença e Vila Nova de Cerveira.

 

À semelhança dos anos anteriores, também pode assistir ao espetáculo em Espanha: Salvaterra do Miño (31 de julho).

 

A entrada é livre e gratuita em todos os locais. O início dos espetáculos está previsto para as 22h00 em Portugal e 21h30 em Espanha.

 

 

Feira Semanal vai receber desfile

Ainda durante esta semana de Folk, a feira semanal de Monção, será marcada pelo desfile dos grupos participantes, potenciando uma maior interação com o público que tipicamente assiste pelas ruas deste Município.

 

“Este é um momento que tenta aproximar os diferentes povos e culturas através da dança e deslumbrar as pessoas que assistem nas ruas através dos seus trajes característicos, e ritmos animados”.

 

A organização deste Evento é da responsabilidade do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Barbeita, sobre a orientação da comissão executiva, à qual se juntam cerca de 120 voluntários.

 

Monção, prepara-se assim, para acolher com a sua habitual hospitalidade os vários grupos, na Escola EB 2.3 de Monção, onde também irão decorrer, na cantina, as refeições dos participantes.

 

Este é um festival reconhecido pelo C.I.O.F.F (Conselho Internacional de Festivais Folclóricos e Artes Tradicionais), que tem vindo a apresentar, ano após ano, um grande sucesso devido à qualidade dos grupos de folclore convidados, bem como pela organização que desenvolve um trabalho inigualável.

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

Tópicos:

#Festival

Últimas