PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Legislativas

Tiago B. Rodrigues: Governo de direita? “Não creio que os alto-minhotos queiram voltar atrás”

22 Dezembro, 2021 - 18:48

721

0

Socialistas confiantes na vitória no próximo dia 30 de janeiro de 2022.

“A ameaça de um Governo de Direita paira sobre a população. Não creio que os alto-minhotos queiram voltar atrás”. As palavras são de Tiago Brandão Rodrigues, cabeça de lista do PS pelo distrito de Viana do Castelo nas próximas eleições legislativas. Foram ditas à margem da entrega da lista dos candidatos socialistas, efetuada no Tribunal Judicial de Viana do Castelo.

 

Sorridente e otimista, o Ministro de Coura (assim é muitas vezes popularmente conhecido), acabou por lamentar estas eleições antecipadas. Considera que “o trabalho do Governo foi interrompido contra a nossa vontade”, mas acredita num bom resultado para o PS. 

 

“As pessoas sabem quem resgatou a Linha do Minho da imobilidade, sabem quem requalificou dezenas de escolas básicas e secundárias, não esquecem as ligações de Paredes de Coura à A3 ou das zonas industriais de Viana do Castelo à A28 e têm memória dos equipamentos que estavam fechados e que nós abrimos, como a Unidade de Cuidados Intensivos de Melgaço ou o Tribunal de Paredes de Coura. Temos muito trabalho pela frente mas estamos confiantes e confiamos na população!”, exclamou.

 

O cientista diz-se “honrado” em voltar liderar uma lista que tem novamente como número dois a caminhense Marina Gonçalves. Logo a seguir, José Maria Costa, antigo presidente da Câmara de Viana do Castelo.

 

“Esta é uma lista muito forte, muito competente e com muita vontade de trabalhar”, garante.

 

Sobre o primeiro lugar, Brandão Rodrigues sublinha que “é um orgulho poder trabalhar por Portugal e pelos portugueses mas há um sentimento especial em poder fazê-lo pela minha terra: cada escola que requalificámos, cada criança e jovem que resgatámos do insucesso escolar, cada família que ajudamos durante a pandemia, cada infraestrutura desportiva modernizada no meu lugar de sempre, é um motivo de alegria e de enorme motivação para continuar”.

 

 

Miguel Alves: “Esta é uma lista sem paraquedistas de circunstância”

Na entrega da lista do PS esteve presente Miguel Alves, Presidente da Federação de Viana do Castelo, que salientou o facto de os socialistas terem apresentado “uma lista 100% Alto Minho, sem paraquedistas de circunstância, algo que os nossos principais adversários não conseguiram evitar por falta de protagonistas a norte”.

 

“Partimos para estas eleições para dar continuidade ao trabalho e prestígio que o Alto Minho foi granjeando estes últimos anos mas também com o espírito renovado de quem quer colocar o distrito de Viana num patamar superior de qualidade e desenvolvimento”, rematou o também Presidente da Câmara Municipal de Caminha.

 

Recorde-se que os restantes três efetivos são Anabela Rodrigues, de Valença e Dora Brandão, dos Arcos de Valdevez, ambas deputadas à Assembleia da República e Pedro Armada, psicólogo, residente em Ponte de Lima, que se notabilizou na corrida autárquica do passado mês de setembro concorrendo no movimento independente, Ponte de Lima Minha Terra, sendo atualmente vereador.

 

Além dos seis efetivos, a lista do Partido Socialista é composta por cinco suplentes: Margarida Vasconcelos, de Ponte da Barca, líder distrital da Juventude Socialista; Sandra Vieites, de Monção, presidente das Mulheres Socialistas de Viana do Castelo; João Pedro Silva de Melgaço; Elizabete Rodrigues de Paredes de Coura; e Pedro Lobo de Ponte da Barca.

 

As próximas eleições legislativas estão marcadas para 30 de janeiro de 2022.

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]

Últimas