Menu

0

0

País

PS e PSD sem acordo, portagens a partir de 01 de julho

22 Julho, 2010 - 09:51

0

0

PS e PSD não chegaram hoje a acordo a propósito da cobrança de portagens nas autoestradas sem custos para o utilizador (SCUT) e as propostas dos dois partidos acabaram por chumbar na Comissão Parlamentar dos Transportes.

PS e PSD não chegaram hoje a acordo a propósito da cobrança de portagens nas autoestradas sem custos para o utilizador (SCUT) e as propostas dos dois partidos acabaram por chumbar na Comissão Parlamentar dos Transportes.
Com o chumbo das duas propostas, o que conta é o decreto-lei em vigor que define a cobrança desde 01 de julho em três SCUT no Norte.
Em cima da mesa estavam duas propostas de alteração ao decreto-lei do Governo que instituiu portagens em três das sete autoestradas até agora sem custos para o utilizador (SCUT), uma do PS e outra do PSD.
O decreto-lei do Governo, em vigor desde o início de junho, instituiu portagens nas SCUT do Grande Porto, Norte Litoral e Costa de Prata, estabelecendo 1 de julho como data para o início da cobrança de pagamento.
A proposta do PS previa que a cobrança de portagens nestas autoestradas se inicie a 1 de agosto e a do PSD que começasse 30 dias depois de o Governo aprovar um novo decreto-lei instituindo portagens nas restante quatro SCUT e estabelecendo critérios equitativos para os descontos no pagamento das portagens.
A proposta do PS foi chumbada com os votos contra do PCP, PSD e BE e abstenção do CDS e a do PSD rejeitada pelo PS, PCP e abstenção do CDS. FONTE: Lusa

SO.

Últimas