PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

País

País: Teste do 9º ano desafiou alunos a colocarem-se na pele… de uma prostituta

2 Fevereiro, 2023 - 11:06

1097

0

Prova foi revelada nas redes sociais e tem gerado polémica.

Um teste de Português do 9.º ano da Escola Secundária Gabriel Pereira, em Évora, desafiou os alunos a colocarem-se na pele de uma prostituta ou de um explorador sexual (proxeneta ou cliente de prostituição).

 

O objetivo, refere a SIC Notícias, era escreverem um texto em que expusessem os “pensamentos” da vítima ou do criminoso.

A prova foi revelada nas redes sociais e tem gerado polémica.

Fernando Farinha Martins, diretor da Secundária Gabriel Pereira, esclareceu que a questão incidia sobre a obra “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, que faz parte das metas curriculares e das leituras recomendadas do Plano Nacional de Leitura para o 9.º ano.

 

Acrescenta ainda que o exercício insta os alunos a pensar com base na personagem Brísida Vaz, uma proxeneta, numa obra em que o tema da sexualidade é transversal. No entanto, admite que a questão podia ter sido “eventualmente colocada de outra forma”.

 

À escola ainda não chegou nenhuma queixa dos pais, garante Fernando Farinha Martins, mas o assunto já foi abordado com a professora responsável pela autoria do teste e com a coordenadora do departamento, a quem foi pedido um relatório.

 

Contactada pela SIC Notícias, uma professora de Português que não faz parte do Agrupamento de Escola Gabriel Pereira afirma que “não é possível fugir à questão da prostituição” ao abordar a obra “Auto da Barca do Inferno” e relembra que não são os professores a definir as obras e os temas programáticos, sendo alguns deles “altamente provocatórios”.

 

 

Últimas