PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

0

0

Destaques
País

País: Restaurantes com mais pessoas – Transportes públicos sem limitação (saiba as novas medidas)

20 Agosto, 2021 - 15:52

23

0

PUB [atualizada 15h53]   Os restaurantes, cafés e pastelarias vão passar a poder ter mais pessoas por mesa a partir da próxima segunda-feira, dia 23 de agosto. Com 70% da […]

PUB

[atualizada 15h53]

 

Os restaurantes, cafés e pastelarias vão passar a poder ter mais pessoas por mesa a partir da próxima segunda-feira, dia 23 de agosto. Com 70% da população portuguesa totalmente vacinada, o Governo antecipou as medidas da 2.ª fase de desconfinamento, apenas previstas para setembro – o país passa a Estado de Contigência.

Assim, anunciou a Ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, no final do Conselho de Ministros, a partir de segunda-feira, aqueles estabelecimentos poderão ter oito pessoas por grupo no interior e 15 pessoas por grupo em esplanadas.

 

Outras medidas:

  • Espetáculos culturais passam a ter 75% da lotação máxima;
  • Casamentos e batizados passam também a 75% da lotação máxima;
  • Transportes públicos sem limite de lotação;
  • Serviços públicos deixam de ter marcação prévia (a partir de 1 de setembro).

 

Mantêm-se as medidas quanto aos certificados digitais e dos testes negativos, que serão obrigatórios para aceder aos seguintes espaços ou serviços:
  • Realização viagens por via aérea ou marítima;
  • Entrada em estabelecimentos turísticos ou de alojamento local;
  • Utilizar restaurantes no interior ao fim-de-semana e feriados;
  • Frequentar ginásios, termas, spas, casinos e bingos;
  • Participar em eventos culturais, desportivos ou corporativos, com mais de 1000 pessoas ao ar livre, com mais de 500 em recinto fechado;
  • Casamentos, batizados e outras festividades com mais de 10 pessoas.

 

Mariana Vieira da Silva referiu que Portugal é “um dos países do mundo com mais altas taxas de vacinação completa”.

Realizando uma comparação entre as ondas epidémicas, a ministra refere que “nunca nos aproximamos dos valores atingidos no mês de janeiro e nos. que encontramo neste momento num planalto”, o considera expectável perante os níveis de mobilidade que se encontram próximos da situação pré-pandémica.

A ministra anunciou que Portugal vai deixar de estar em situação de calamidade e entrando em situação de contingência, antecipando assim a segunda fase de desconfinamento com regras que são aplicáveis “a todo o território nacional”.

 

[Fotografia: Ilustrativa / DR]

 

PUB

 

Últimas