PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

1

1

País

País: Iluminação de Natal? Nunca antes desta data, recomenda o Governo (veja as MEDIDAS)

27 Setembro, 2022 - 15:27

673

0

Plano de Poupança de Energia 2022-2023.

O Governo propõe o teletrabalho como medida de poupança de energia à Administração Pública central e local, e aos privados, no âmbito do Plano de Poupança de Energia 2022-2023, que foi publicado esta terça-feira no Diário da República.

 

Esta medida, segundo o ECO, insere-se num conjunto mais alargado, sobre o qual o ministro do Ambiente, Duarte Cordeiro, já tinha levantado o véu após o plano ter sido aprovado no Conselho de Ministros do dia 8 de setembro, afirmando que seriam definidos cortes nos horários de iluminação e limites de temperatura nos estabelecimentos. Além disso:

 

 

  • O documento agora publicado detalha que, tanto para as Administrações Públicas como para os privados, deve ser desligada a iluminação interior de caráter decorativo de edifícios a partir das 22h00 no período de inverno e a partir das 23h00 no período de verão. E, no exterior, deve ser desligada a partir da meia-noite.
  • A regulação das temperaturas dos equipamentos de climatização interior deve ajustar-se para um máximo de 18°C no inverno e o mínimo de 25°C no verão. Espaços com entrada direta para a rua com sistema de climatização ligado devem manter portas e janelas fechadas.
  • Sobre as iluminações de Natal, apenas são referidas nas recomendações à Administração Pública central e local: devem estar acesas apenas entre as 18h00 e a meia noite no período de 6 de dezembro a 6 de janeiro.

 

 

A poupança potencial do consumo de gás natural resultante das medidas previstas no Plano de Poupança de Energia 2022 -2023 permitirá uma redução de 5% face ao período de referência, e as medidas imediatas representam uma redução de 3%, calcula o Governo. “Atendendo ao objetivo voluntário de redução de 15 % do consumo, consegue alcançar -se 19 % desse objetivo com as medidas imediatas e 31 % do objetivo com o total das medidas”, lê-se no documento.

 

 

[Fotografia: Arquivo/Município Monção]

Últimas