PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

País

País: Conhece este novo sinal de trânsito? Muita atenção quando lhe aparecer

23 Abril, 2023 - 00:42

8086

5

Trânsito.

Nas estradas do Alto Minho, como em todas por todo o país existem os tradicionais radares de velocidade instantânea.

 

No entanto, agora, nas estradas portuguesas, há um novo tipo de radares: o aviso é dado aos condutores com o designado sinal de trânsito H42.

 

Ao contrário dos radares fixos e móveis, os de velocidade média não indicam a velocidade instantânea dos veículos, mas antes calculam se os mesmos andaram mais depressa do que o permitido entre dois pontos de um determinado trajeto.

 

Conforme exemplifica o Automóvel Club de Portugal (ACP), imagine que vai numa estrada em que existe o limite de velocidade de 100km/h. Num determinado ponto, é registada a matrícula do seu veículo, assim como a hora de passagem. Mais à frente nesse mesmo trajeto, estará outro radar que faz exatamente o mesmo.

 

Com base na hora de entrada e saída do percurso (regra geral, estes radares estão instalados em troços sem entroncamentos ou saídas), é calculado o tempo que o veículo demorou a percorrê-lo, assim como a velocidade média.

 

Se o condutor completou a distância entre as duas câmaras num tempo inferior ao mínimo estipulado, significa que não cumpriu o limite de velocidade (no exemplo, os 100 km/h).

 

Desta forma, considera-se que circulou em excesso de velocidade.

 

 

E se o condutor parar?

Explica o ACP que “de nada adiantará ao condutor parar a meio do trajeto para fazer tempo, caso tenha ultrapassado o limite de velocidade: primeiro, porque não ganha tempo algum (e esse é o intuito quando se ultrapassa o limite de velocidade); depois, porque os radares de velocidade média vão estar presentes em troços onde é proibido ou muito difícil parar”.

 

 

Onde vão estar? A1 e A3 vão ter!

Para já, não há nenhum radar deste género previsto para o distrito de Viana do Castelo. No entanto, se circula muito pelas estradas do país, é bom prestar atenção ao que se segue.

 

Já existem locais previstos para a instalação dos radares de velocidade média nas estradas portuguesas. Contudo, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária pode alterar até 30% dos mesmos até ao início da vigência dos contratos. Ainda que não seja definitivo, sabe-se que os distritos e estradas que vão receber os 10 novos radares de controlo de velocidade média, à partida, serão:

 

 

  • Aveiro: A41;
  • Beja: En206 e IC1;
  • Castelo Branco: IC8;
  • Coimbra: A1 e EN109;
  • Évora: A6 e IP2;
  • Faro: EN398;
  • Lisboa: A9, EN10, EN6-7 e IC19;
  • Porto: A3.
  • Santarém: A1;
  • Setúbal: EN10, EN378, EN4, EN5 e IC1;

 

 

[Fotografia: ACP]

Tópicos:

#Trânsito

Últimas