PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

País

País: Ano novo… preços novos – Saiba o que muda com a chegada de 2023

31 Dezembro, 2022 - 12:15

272

0

Economia.

Com a chegada do novo ano, chegam também novos preços. Mais altos. Em cenário de inflação, saiba o que vai mudar e influenciar a sua carteira segundo o Jornal Económico.

 

Eletricidade

Face a dezembro, o preço da eletricidade no mercado regulado encarece 1,6% em janeiro. A subida ascenderá a 3,3% face à média deste ano, valores superiores aos propostos em outubro, anunciou a ERSE – Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos.

 

No mercado liberalizado, a EDP Comercial anunciou que vai aumentar em cerca de 3%, em média, o valor da fatura da eletricidade dos clientes residenciais, refletindo a volatilidade do custo de aquisição de energia.

 

a Endesa diz que prevê manter o valor global das faturas de eletricidade dos clientes, passando a incluir o custo do mecanismo ibérico, mas reduzindo os preços da eletricidade.

 

A Galp vai reduzir as faturas da eletricidade em cerca de 11%, em média, a partir do início de 2023.

 

 

Gás

A partir de 1 de janeiro, a fatura do gás natural vai aumentar cerca de 3% para os clientes mais representativos do mercado regulado, depois de um desvio nas previsões dos preços de aquisição, anunciou a ERSE, na sequência da atualização em mais dois euros por  Megawatt-hora (MWh).

 

Em contraste, a Galp anunciou que para os seus clientes “as faturas do gás natural permanecerão inalteradas nos primeiros três meses de 2023”. Para os restantes, será necessário aguardar por mais atualizações.

 

 

Bens essenciais

O preço do pão deverá voltar a subir em 2023 em função do aumento dos custos das matérias-primas e da energia, mas também impactado pela atualização do salário mínimo nacional.

 

Quanto ao custo do leite e dos seus derivados não deverá haver uma grande alteração no início de 2023, mas o resto do ano continua a ser uma incógnita face à evolução dos custos de produção e ao contexto externo, referem os produtores.

 

 

Portagens

As portagens vão aumentar 4,9% a partir de 1 de janeiro de 2023. A decisão surge após acordo entre o Governo e as concessionárias evitando que o preço que decorre dos contratos de concessão aumentasse em 9,5% e 10,5% devido ao atual contexto de inflação elevada, e vai custar 140 milhões de euros aos cofres públicos.

 

 

Salários

A 1 de janeiro, o salário mínimo nacional (SMN) vai subir dos atuais 705 euros para 760 euros, ou seja, terá um aumento de 55 euros que irá beneficiar cerca de um quarto dos trabalhadores portugueses, de acordo com os dados mais recentes. Para além disso, a generalidade dos funcionários públicos verá o seu salário subir: os que hoje recebem o SMN passarão a ganhar 761,58 euros, ou seja, terão um aumento de 8%; os que ganham acima desse valor, mas abaixo dos 2.600 euros, terão direito a um aumento de 52,11 euros; e os que recebem mais de 2.600 euros, verão o salário subir 2%.

 

 

Pensões

Em janeiro, as pensões mais baixas (até 960 euros) terão um aumento de 4,83%. Já as pensões intermédias (entre 961 euros e 2.883 euros) subirão 4,49%. E as pensões mais altas (entre 2.883 euros e 5.765 euros) vão crescer 3,89%.

 

 

[Fotografias capa: DR]

Últimas