PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Valença

Músicos de Valença e de Tui juntaram-se. Aí está a filarmónica da Eurocidade! [VÍDEO]

11 Fevereiro, 2024 - 01:04

413

0

Primeiro espetáculo realizou-se no Teatro Municipal de Tui.

Nasceu este sábado, oficialmente, a Banda de Música da Eurocidade Valença/Tui.

 

Com cerca de uma centena de músicos, a filarmónica integra elementos da Associação Musical de São Pedro da Torre, da Academia de Música da Fortaleza de Valença, da Banda de Música Popular de Tui e do Conservatório Profissional de Música de Tui, Galiza.

 

Tocaram. Encantaram. Foram fervorosamente aplaudidos no Teatro Municipal de Tui, num concerto que assinalou o 12º aniversário da Eurocidade.

 

 

Na sua atuação fizeram um percurso musical pelas canções mais conhecidas da Galiza e de Portugal.

 

 

Especificamente, o repertório interpretado foi:

  • Balada Galega, de Juan Montes;
  • Reflexões de Paisagem e Balada de Outono, de Bernardo Lima;
  • Alborada Galega, de Pascual Vega;
  • Grândola, Vila Morena, de Zeca Afonso;
  • Uma Casa Portuguesa, com arranjos de Amilcar Morais;
  • Quatro temas galegos, de Manuel Mª Veiga;
  • Canções tradicionais de Luís Cardoso;
  • Que Viva Tui, de José A. Vega Paradis;
  • Havemos de ir a Viana, com arranjos de Álvaro de Sousa.

 

 

Veja o vídeo [créditos: Município Valença]

 

 

 

Eurocidade soprou 12 velas

A Eurocidade Valença/Tui celebrou este sábado 12 anos de existência.

 

Foi no dia 10 de fevereiro de 2012 que, em Valença, foi assinado o Protocolo de Cooperação entre os dois municípios. O documento foi assinado por Jorge Mendes, então Presidente do Município de Valença; por Moisés Rodríguez, na altura Alcalde do Concelho de Tui; e por Alfonso Rueda Valenzuela, representante da Comunidade de Trabalho Galicia-Norte de Portugal.

 

Um protocolo que, em traços gerais, foi criado com objectivo de alcançar maior unidade entre os cidadãos europeus com o “desaparecimento” institucional das fronteiras entre as duas cidades que sempre partilharam ligações históricas, linguísticas, financeiras, sociais e culturais.

 

 

Foram, na altura, apresentados objetivos para esta Eurocidade que continuam a ser cumpridos: 

  • Aumentar e fortalecer os laços que unem estas duas cidades fronteiriças, com o intuito de desenvolver a cooperação para facilitar um desenvolvimento próspero e qualidade de vida melhorada para os seus habitantes;
  • Promover a convergência a nível económico, social, cultural, ambiental e institucional, para ultrapassar a barreira imposta pela fronteira e facilitando o desenvolvimento territorial e socioeconómico;
  • Através de serviços comuns, dinamizar a convergência entre pessoas de ambas as cidades, realçando a cooperação e com o objectivo de emparelhar recursos e esforços de maneira a gerir conjuntamente os serviços e instalações municipais das duas cidades;
  • Promover a fixação de empresas privadas em ambas as cidades, facilitando assim o crescimento económico e um maior grau de industrialização e comercialização de produtos, resultando no bem estar pessoal e social dos respectivo habitantes;
  • Promover o desenvolvimento de projectos conjuntamente em áreas de interesse comum.

 

 

De modo a reforçar esta ligação e procurando conjugar os esforços e recursos, os Municípios de Valença e de Tui durante 2012 planearam diversas actividades, dentro das quais se destacam as desportivas.

 

No total, são 13 eventos desportivos que vão acontecer entre este mês de fevereiro e dezembro, na Eurocidade Valença/Tui.

 

O calendário foi apresentado esta semana, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Valença.

 

No total, segundo os dois municípios vizinhos, são esperados 7 mil participantes nestas 13 atividades.

 

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

“Esta agenda desportiva reforça a cooperação transfronteiriça entre Valença e Tui que cooperam há muitos anos em termos sociais, económicos, e também ao nível desportivo e cultural”, disse o Presidente da Câmara de Valença, José Manuel Carpinteira.

 

O investimento nestes 13 eventos ascende a 60 mil euros, repartidos pelos dois Municípios.

 

 

[Fotografia capa: Screen]

Últimas