PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

2

1

Monção

Monção: Presumível autor dos incêndios é ex-sapador – Saiba o total da área ardida

31 Agosto, 2022 - 17:29

1675

0

Presumível incendiário foi detido esta terça-feira.

Tem 46 anos de idade. É trabalhador da construção civil e já foi sapador florestal. Entre os dias 21 e 23 de agosto, enquanto Monção festejava a Virgem das Dores, decidiu espalhar um pesadelo que durou três dias.

 

Segundo a Polícia Judiciária (PJ), é este o presumível autor dos incêndios em Lapela e em Longos Vales que aterrorizaram recentemente o concelho e até a Galiza. 

 

“Motivado por incendiarismo”, diz a PJ, fez uso de viatura e de motorizada pessoal. Recorreu a “chama direta para as respetivas ignições”. 

 

Uma descrição que encaixa com as suspeitas do Presidente da Câmara de Monção referidas enquanto as chamas lavravam.

 

“Este é daqueles incêndios que qualquer leigo percebe logo que foi fogo posto, por ter começado ao mesmo tempo, no espaço de uma hora, em vários pontos”, apontava na altura António Barbosa.

 

Segundo o autarca, as chamas “começaram em Longos Vales, passado uma hora colocaram junto à estrada nacional do lado Lapela, passados 10 minutos já havia outro [ponto de fogo] do lado de Lara. Passados mais 10 minutos já havia outro em Pias. Quem fez isto foi fazendo um circuito na cabeça do incêndio, deixando fogo por todo o lado”, referiu.

 

 

Quantos hectares arderam?

Ouvido pela Rádio Vale do Minho, o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Monção revelou esta quarta-feira que o total de área florestal ardida ascende aos 475 hectares.

 

De forma mais detalhada, José Passos referiu que no fogo de Longos Vales arderam 90 hectares e no de Lapela arderam 385 hectares.

 

Destes incêndios não houve vítimas nem habitações danificadas a registar. 

 

O presumível autor foi detido esta terça-feira. Vai se presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

 

 

[Fotografia capa: DR]

Últimas