PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

1

1

Monção

Monção: Município distinguido nos prémios “Viver em Igualdade”

7 Outubro, 2022 - 20:18

951

0

Igualdade de género.

O Município de Monção foi distinguido com Menção Honrosa na 6ªedição do Prémio Viver em Igualdade – Biénio/2022-2023. 

 

O Prémio Viver em Igualdade é uma iniciativa bienal, promovida pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), no âmbito da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação (ENIND) – Portugal + Igual – concretamente inscrita nos três Planos Nacionais de Ação que definem objetivos estratégicos e específicos em matéria de igualdade entre mulheres e homens (IMH), prevenção e combate à violência contra as mulheres e violência doméstica (VMVD) e combate à discriminação em razão da orientação sexual, identidade de género e características sexuais (OIC).

 

O Prémio destina-se a distinguir Municípios com boas práticas na integração da dimensão da Igualdade de Género, Cidadania e Não Discriminação, quer na sua organização ou funcionamento, quer nas atividades por si desenvolvidas.

 

Em declarações à Rádio Vale do Minho, o presidente da Câmara Municipal de Monção, António Barbosa, mostrou-se muito satisfeito.

 

“É uma distinção importante. Fomos o único Município do Alto Minho a sê-lo e isso diz muito do trabalho que aqui tem sido feito”, realçou o autarca.

 

“Só mostra que estamos no caminho certo ao tentar diminuir cada vez mais estas desigualdades que, infelizmente, ainda se verificam sobretudo nos locais de trabalho”, acrescentou António Barbosa.

 

O Prémio consiste na atribuição de um certificado de mérito, destinado a ser usado na comunicação da autarquia, onde se atesta que o município referido é reconhecido como um dos melhores locais para viver em igualdade.

 

 

Com este prémio, foram este ano distinguidos:

  • Município de Abrantes,
  • Município de Alfândega da Fé,
  • Município de Amadora,
  • Município de Angra do Heroísmo,
  • Município de Barcelos,
  • Município de Boticas,
  • Município de Cascais,
  • Município de Fafe,
  • Município de Felgueiras,
  • Município de Guimarães,
  • Município de Lagoa (Algarve),
  • Município de Lisboa, Município de Lousã,
  • Município de Mangualde,
  • Município de Matosinhos,
  • Município de Mirandela,
  • Município de Mondim de Basto,
  • Município de Montijo,
  • Município de Oeiras,
  • Município de Oliveira do Hospital,
  • Município de Penalva do Castelo,
  • Município de Póvoa de Lanhoso,
  • Município de Tábua,
  • Município de Vila Nova de Gaia
  • Município de Vila Pouca de Aguiar.

 

 

Com Menção Honrosa, para além do Município de Monção, foram distinguidos:

  • Município de Albergaria-a-Velha,
  • Município de Câmara de Lobos,
  • Junta de Freguesia de Canidelo (Vila Nova de Gaia),
  • Município de Madalena do Pico,
  • Município de Montemor-o-Velho,
  • Município de Nelas,
  • Município de Soure
  • Município de Trofa.

 

 

Segundo o jornal O Minho, o Júri de Seleção da 6.ª Edição do Prémio Viver Em Igualdade foi constituído por Catarina Salles – investigadora, em representação da Universidade da Beira Interior –, Tatiana Moura – em representação da Associação Portuguesa de Estudos sobre as Mulheres, que se encontra representada no Conselho Consultivo da CIG- Secção das ONG – e Sandra Ribeiro – Presidente da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género – que fizeram as suas escolhas, num total de 25 municípios, após a análise das candidaturas.

 

 

[Fotografia: DR]

Últimas