PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

2

0

Monção

Monção: Mais de 10 mil no encerramento do ‘Folk’ – “Este evento tem condições para atingir dimensão mundial”

7 Agosto, 2023 - 01:51

3662

0

FolkMonção.

O FolkMonção – O Mundo a Dançar é “um dos principais festivais do género no mundo”. O reconhecimento foi deixado este domingo pelo Presidente do CIOFF (Conselho Internacional de Festivais Folclóricos e Artes Tradicionais), perante as mais de 10 mil pessoas que assistiram este domingo à gala de encerramento da 38ª edição daquele festival, no Campo da Feira, em Monção.

 

Alejandro Camacho Gonzalez foi mais longe e afirmou mesmo que “olhando a toda esta estrutura, este evento tem condições para atingir dimensão mundial”.

 

Um discurso curto mas que, evidentemente, encheu de orgulho a multidão presente. Longa ovação para o responsável máximo daquela estrutura planetária.

 

 

 

Barbosa: “Que cada um de nós seja portador desta mensagem de esperança”

Também pleno de contentamento, o Presidente da Câmara de Monção começou no seu discurso por apontar a quantidade de pessoas presentes no espetáculo.

 

“Este é o sinal de que o trabalho é reconhecido e que hoje, as mais de 10 mil pessoas que aqui estão, estão a pedir-lhe que a qualidade deste festival vá aumentando. Eu sei que é difícil. Porque aquilo a que assistimos hoje, há oito dias e durante a semana foi fantástico”, disse o Presidente da Câmara, António Barbosa, já no final do espetáculo.

 

Visivelmente orgulhoso, o autarca monçanense enalteceu “uma semana de noites fantásticas de cultura, tradição e que naturalmente colocaram Monção no mapa”.

 

Elogiou os artistas monçanenses que abriram as duas galas naquele espaço.

 

Felicitou todos os jovens voluntários na equipa técnica do festival. “O futuro e o presente são vocês. Já hoje!”, exclamou Barbosa. “Obrigado pelo vosso trabalho extraordinário. Pela dedicação. Pela paixão à nossa terra… que é Monção”.

 

A concluir, Barbosa manifestou o desejo “que daqui saísse uma mensagem de esperança para todo o mundo”.

 

“Que cada um de nós, depois deste espetáculo fantástico, seja um portador desta mensagem de esperança. De um mundo melhor. Obrigado Monção! É um orgulho enorme ser Presidente deste Município! É um enorme prazer ser Presidente de um Município que recebe um festival desta qualidade”, concluiu.

 

De discurso mais curso e visivelmente emocionado, o Diretor do FolkMonção não teve dúvidas na afirmação que fez.

 

“Monção diz que deixa marca… mas não deixa. Já tem. E tem mais esta que é este festival”, disse Boaventura Rodrigues.

 

Longo aplauso para o fundador e responsável máximo do evento.

 

 

 

 

[Fotografia: Cortesia Cecília Pereira]

 

 

 

Noite de música, encanto e espetáculo

Antes dos discursos finais, como é evidente, realizou-se a última gala desta edição do FolkMonção. Pelo palco, uma vez mais, passaram os 10 países participantes: África do Sul, Argentina, Bolívia, Equador, Geórgia, México, Portugal, Taiti, Ucrânia e Venezuela.

 

 

 

Veja a galeria de fotos [cortesia Cecília Pereira]

 

 

 

No final do espetáculo, e após os discursos de encerramento, a também tão esperada sessão de fogo de artifício que encantou todos os presentes.

 

 

 

Veja o vídeo [cortesia Cecília Pereira]

 

 

 

A organização do FolkMonção – O Mundo a Dançar foi da responsabilidade do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Barbeita, sobre a orientação da comissão executiva, à qual se juntaram cerca de 120 voluntários.

 

Este é um festival reconhecido pelo CIOFF (Conselho Internacional de Festivais Folclóricos e Artes Tradicionais), que tem vindo a apresentar, ano após ano, um grande sucesso devido à qualidade dos grupos de folclore convidados, bem como pela organização que desenvolve um trabalho inigualável.

 

 

 

[Fotografias capa: Cortesia Cecília Pereira]

Tópicos:

#Folclore

Últimas