Menu

+

0

0

Monção

Monção: Há 45 anos nascia a banda que fez história na Feira do Alvarinho [VÍDEO]

13 Janeiro, 2024 - 14:23

1931

0

Xutos&Pontapés.

Corria o dia 13 de janeiro de 1979. Quatro adolescentes subiram ao palco do salão de baile dos Alunos de Apolo, em Lisboa.

 

Em cinco minutos, nessa noite, tocaram quatro músicas.

 

Diziam chamar-se Delirium Tremens. Depois passaram a ser os Beijinhos e Parabéns.

 

Quem eram eles? O vocalista chamava-se Tim. Os outros eram Zé Pedro, Kalú e Zé Leonel. Completamente influenciados pelo punk-rock a entrar em força no panorama musical português.

 

Anos depois, Zé Leonel saiu. Entraram João Cabeleira e Gui.

 

Volvidos 45 anos, não haverá certamente um português que nunca tenha ouvido Xutos&Pontapés.

 

Contam com mais de uma dezena de álbuns e muitas canções que servem de âncora para um clã do rock com milhares de fãs de várias gerações.

 

Em julho do ano passado, fizeram história na Feira do Alvarinho de Monção. No último dia do evento juntaram no Parque das Caldas uma multidão nunca antes vista naquele certame, ao terceiro dia.

 

 

 

Memorável concerto dos ‘Xutos’ na Feira do Alvarinho, em 2023

 

 

 

O alinhamento foi “de luxo”, consideraram muitos fãs. Tocaram praticamente todos os êxitos. Encheram o coração da multidão.

 

No próximo dia 13 de abril regressam ao Minho, para um concerto no Pavilhão Multiusos de Guimarães, no âmbito da digressão intitulada “Olá, vida malvada” destinada a comemorar os 45 anos de carreira do grupo.

Mesmo depois da morte do guitarrista Zé Pedro, em 2017, a banda manteve-se ativa, em palco e em estúdio, com Tim (vocalista e baixista), João Cabeleira (guitarrista), Gui (saxofonista) e Kalú (baterista).

 

 

 

[Fotografia capa: Arquivo/Município Monção]

Últimas