PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Monção

Monção: Esperadas mais de seis mil pessoas no domingo

25 Julho, 2023 - 17:47

3507

0

FolkMonção.

Monção espera mais de seis mil pessoas no próximo domingo à noite, no Campo da Feira, para assistir à Gala Deu la Deu do FolkMonção – O Mundo a Dançar

 

Será a Gala Deu la Deu. O espetáculo tem início previsto para as 22h00 e pelo palco vão passar todos os grupos participantes na edição deste ano do FolkMonção: África do Sul, Argentina, Bolívia, Equador, Geórgia, México, Portugal, Taiti, Ucrânia e Venezuela.

 

À Rádio Vale do Minho, fonte da organização avançou que serão disponibilizados no recinto cerca de seis mil lugares sentados. No entanto, como vem sendo habitual, haverá muitos – mais atrasados – que vão ter de assistir ao espetáculo em pé.

 

O início acontece às 22h00.

 

 

Sábado… em Barbeita

Antes deste espetáculo, vale referir que o arranque da edição deste ano do FolkMonção acontece já no sábado, dia 29 de julho, com a Gala d’ Aliança, na freguesia de Barbeita, em Monção.

 

Este primeiro espetáculo, cumprindo a tradição, será no Largo da Ponte do Mouro. O início está marcado para as 22h00.

 

Em palco vão estar os grupos da Argentina, da Geórgia, de Portugal, e da Ucrânia.

 

Depois do dia 30, vão seguir-se espetáculos por todo o Alto Minho e Galiza, até à gala final – novamente em Monção – no dia 6 de agosto.

 

A organização deste Evento é da responsabilidade do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Barbeita, sobre a orientação da comissão executiva, à qual se juntam cerca de 120 voluntários.

 

Monção, prepara-se assim, para acolher com a sua habitual hospitalidade os vários grupos, na Escola EB 2.3 de Monção, onde também irão decorrer, na cantina, as refeições dos participantes.

 

Este é um festival reconhecido pelo C.I.O.F.F (Conselho Internacional de Festivais Folclóricos e Artes Tradicionais), que tem vindo a apresentar, ano após ano, um grande sucesso devido à qualidade dos grupos de folclore convidados, bem como pela organização que desenvolve um trabalho inigualável.

 

 

 

[Fotografia: Arquivo/Rádio Vale do Minho]

Tópicos:

#Folclore

Últimas