PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Monção

Monção: É português e será de Melgaço – Assaltou ourivesaria e dias depois partiu crânio a mulher

17 Novembro, 2023 - 02:54

4506

0

Crime.

Parecem dois casos diferentes. No entanto, estão ligados e isso permitiu às autoridades chegar a todos os suspeitos do assalto à Ourivesaria Grosso, em Monção, ocorrido durante a manhã do passado dia 16 de maio.

 

Pelas 9h00, a ourivesaria foi assaltada. À Rádio Vale do Minho, testemunhas relataram três suspeitos. Um de nacionalidade portuguesa e os outros dois espanhóis, com naturalidade na Galiza.

 

Enquanto os dois homens realizavam a operação, a mulher esperava-os na rua, dentro de um carro.

 

Colocaram-se em fuga.

 

Chegam-nos relatos de que o português seria natural de Melgaço.

 

 

 

Mulher barbaramente morta em Pontevedra

Menos de uma semana depois, uma mulher de nacionalidade espanhola com 33 anos de idade foi morta por um português, de 47 anos de idade, em Pontevedra, na Galiza.

 

Foi esfaqueada. Foi agredida. A violência do crime perpetrado  foi de tal ordem que, segundo a imprensa galega, o agressor partiu o crânio à vítima.

 

O motivo estaria relacionado com dívidas de droga. O homem foi detido.

 

Após fotografias veiculadas pela imprensa espanhola, apurou a Rádio Vale do Minho que o português foi amplamente reconhecido em Melgaço como sendo natural daquele concelho.

 

 

 

[Fotografia: Gonzalo Gacía / Diario de Pontevedra]

 

 

As investigações a este crime prosseguiam. As investigações do assalto à ourivesaria em Monção também.

 

 

 

Buscas permitiram chegar às jóias

É então que a Polícia Nacional avança com buscas à casa do autor confesso pela morte da mulher, em Pontevedra. É aqui que os dois casos se ligam.

 

Nesta casa, a polícia encontrou parte das jóias que dias antes tinham sido roubadas, com violência, em Monção.

 

O assassino de Pontevedra poderá ser, portanto, o português “de Melgaço” reconhecido pelas testemunhas do assalto à ourivesaria, que aconteceu dias antes do bárbaro crime.

 

Durante esta operação de buscas foram detidos mais quatro suspeitos. Todos espanhóis, segundo o Correio da Manhã.

 

Foram ainda identificados mais quatro pelo crime de recetação.

 

Foi confiscada grande parte das peças de ouro roubadas em Monção.

 

O valor total ascende a 55 mil euros.

 

 

[Fotografia: Ilustrativa/DR]

Últimas