PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Destaques
Monção

Monção/Cozido: Cinco mil visitantes e três mil travessas servidas – Amâncio Alves orgulhoso

26 Janeiro, 2020 - 20:23

621

1

PUB Cerca de três mil travessas servidas [sensivelmente 1.500 em cada um dos dois dias] e perto de cinco mil visitantes passaram este sábado e domingo pela primeira edição d’ O […]

PUB

Cerca de três mil travessas servidas [sensivelmente 1.500 em cada um dos dois dias] e perto de cinco mil visitantes passaram este sábado e domingo pela primeira edição d’ O Campo em Festa – Fim-de-semana Gastronómico do Cozido à Portuguesa. O balanço foi feito à Rádio Vale do Minho, ao cair do pano, pelo presidente da União de Freguesias de Anhões e Luzio, organizadora do certame.

“Acima de tudo estou muito agradecido às cerca de 50 pessoas que fizeram parte da equipa organizadora deste evento”, iniciou Amâncio Alves. “Estou muito orgulhoso da gente que tenho! A comunidade ajudou e sem eles nada disto seria possível”, prosseguiu o presidente daquela União de Freguesias com voz embargada pela emoção.

Questionado sobre se irá haver nova edição em 2021, Amâncio Alves optou por ser delicado na resposta. “Se a comunidade achar que sim… E, a acontecer, será novamente em janeiro e nesta União de Freguesias que nos dá muito orgulho”, concluiu.

O Cozido à Portuguesa foi o prato homenageado neste certame cujos ingredientes foram todos produzidos por agricultores daquelas duas localidades numa agricultura biológica. 

 

Evento elogiado à direita e à esquerda

 

O evento mereceu rasgados elogios por parte das duas principais forças políticas do concelho – PSD e PS.

“Hoje temos aqui uma verdadeira União de Freguesias! Não administrativa, mas sim de pessoas que acreditam neste território e que hoje mostram isso”, enalteceu o presidente da Câmara, António Barbosa (PSD), no seu discurso de abertura.

À Rádio Vale do Minho, o vereador Paulo Esteves (PS) também enalteceu o certame. “Pode esperar-se muito desta festa. Um muito que vai além do próprio evento”, disse desde logo o autarca. “Houve um planeamento muito bem feito. Um aglomerar de sinergias entre as pessoas das duas freguesias e isso só pode resultar num sucesso”. E resultou mesmo. Os números estão agora à vista.

Para além da degustação do prato, este evento contou ainda com muita animação musical. Pela tenda passaram a  charanga Algazarra Boys; a Rusga de Padroso, Arcos de Valdevez; a charanga Vai de Baile, da Galiza; os Marotos da Concertina, de Penafiel; as Gaitas e Cantares da Portela; o grupo de concertinas Os Magníficos; a Rusga de Loureda, de Arcos de Valdevez; e Pedro Cachadinha.

 

PUB

 

 

Últimas