PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Melgaço

Melgaço: Governo rendido à “visão e ambição” de Manoel Batista [FOTOS]

10 Junho, 2022 - 15:04

420

0

Inaugurada a rede municipal de percursos pedestres e cicláveis. Melgaço já é Destino Turístico Sustentável, grau prata.

A Secretária de Estado do Turismo, Comércio e Serviços, Rita Marques, enalteceu esta quinta-feira, em Melgaço, “a visão e a ambição” do presidente da Câmara, Manoel Batista. A governante presidiu à sessão de apresenção da rede municipal de percursos pedestres e cicláveis e à certificação de Melgaço como Destino Turístico Sustentável, grau prata.

 

“Quando falamos em sustentabilidade, falamos em grande responsabilidade de todos. Estamos a falar de desenvolvimento harmonioso do turismo. Assim, teremos forçosamente de envolver todos! Convocar todos!”, exclamou a Secretária de Estado.

 

“Isto só faz sentido se for replicado nos territórios”, defendeu Rita Marques que definiu e felicitou Manoel Batista como um “homem de visão e de ambição”.

 

Assim, num investimento a rondar um milhão de euros, Melgaço conta agora com 16 trilhos:

  • Lamas de Mouro – Cevide (ponto de partida: Lamas de Mouro | 15,825km)
  • Lamas de Mouro Castro Laboreiro (ponto de partida: Lamas de Mouro | 6,494km)
  • Castrejo (ponto de partida: Castro Laboreiro | 16,712km)
  • Interpretativo de Castro Laboreiro (ponto de partida: Castro Laboreiro | 5,243km)
  • Megalitismo (ponto de partida: Castro Laboreiro | 25,671km)
  • Rio Laboreiro (ponto de partida: Castro Laboreiro | 8,076km)
  • Inverneiras (ponto de partida: Castro Laboreiro | 6,020km)
  • Lamas de Mouro – Dorna (ponto de partida: Lamas de Mouro | 11,868km)
  • Interpretativo de Lamas de Mouro (ponto de partida: Lamas de Mouro | 4,403km)
  • Lamas de Mouro – Parada do Monte (ponto de partida: Lamas de Mouro | 9,349)
  • Rio Mouro (ponto de partida: Cousso | 18,368km)
  • Brandeiro (ponto de partida: Aveleira | 16,182km)
  • Vale Glaciar do Vez (ponto de partida: Aveleira | 4,297km)
  • Aveleira (ponto de partida: Aveleira | 6,129km)
  • Curro da Velha (ponto de partida: Castro Laboreiro | 7,279km)
  • Transumância (ponto de partida: Aveleira | 10,300km)

 

 

Veja a galeria de fotos [créditos: Município Melgaço]

 

 

 

Claramente satisfeito com a obra realizada e com a conquista para Melgaço de Destino Turístico Sustentável – grau prata, Manoel Batista garante que não vai cruzar os braços. Quer mais… e prevê que o grau ouro seja alcançado dentro de quatro anos.

 

“Hoje inauguramos uma verdadeira rede de percursos pedestres e cicláveis, que liga toda a paisagem natural e humanizada do concelho de Melgaço, desde a zona ribeirinha do concelho, junto ao rio Minho, passando pela pré-montanha ou meia encosta até às zonas mais altas de montanha bem no coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês, como ligações à vizinha Galiza”, disse o autarca.

 

“Vivemos num concelho de fronteira e o objetivo passa também por ligar a nossa oferta à oferta do outro lado da fronteira, à nossa vizinha Galiza que nos últimos anos também tem apostado neste tipo de oferta”, apontou Manoel Batista.

 

O projeto contempla também ligações à vizinha Galiza, tanto na zona ribeirinha, no vale do rio Minho e vale do rio Trancoso, mas também na zona de montanha, concretamente em Castro Laboreiro na fronteira da ameijoeira e no planalto de Castro Laboreiro. O objetivo é permitir uma oferta transnacional e permitir intercâmbios nos fluxos de turistas.

 

“O turismo é uma das nossas apostas e continuará a ser, mas queremos um Turismo diferenciador. Único. Apenas vivenciado na nossa terra e com as nossas gentes”, assegurou o presidente da Câmara.
[Fotografia capa: Município Melgaço]

Últimas