PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Melgaço

Melgaço determinado em apostar forte na conservação da natureza

2 Novembro, 2022 - 10:56

310

0

Batista quer um concelho com “rumo cada vez mais sustentável”.

Melgaço está determinado em continuar a apostar na biodiversidade. Desta forma, o Município tem desenvolvido vários projetos que garantem prossecução de políticas setoriais no âmbito da conservação da natureza, projetos esses que representam um investimento de 660 mil euros (cofinanciamento do POSEUR e do POCTEP-INTERREG no valor de cerca de 586 mil euros).

 

O objetivo, explica a autarquia, “é assegurar a biodiversidade através da preservação de habitats naturais, da fauna e da flora selvagem, preservando a cultura e tradições das comunidades das Reservas da Biosfer”. 

 

O Plano Educacional da Biosfera, terminado este ano, é um desses exemplos. Vocacionado para a população jovem, teve como propósito promover a consciencialização da importância da conservação da natureza, com vista à alteração das perceções, atitudes e comportamentos face à biodiversidade.

 

Englobou, ao longo de três anos (2020-2022), 15 entidades/escolas em 26 campanhas de sensibilização e ações de informação, totalizando 1379 participantes e tendo produzido 26 produtos de comunicação, divulgação e sensibilização, acessíveis a toda a comunidade, conseguindo um grau de adesão do público-alvo de 100%.

Este projeto enquadra-se na candidatura ao POSEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR-03-2215-FC-000068), e representa um custo total de cerca de 167 mil euros e uma taxa de cofinanciamento das despesas elegíveis de 93,22%, que se traduz num Fundo de Coesão de aproximadamente 155.790 euros.

Melgaço avançou ainda com a realização de outros projetos, a fim de levar a cabo o seu objetivo de preservação da biodiversidade. São eles:

  • “Recuperação e Proteção de Habitats com Estado de Conservação Desfavorável no Concelho de Melgaço”: enquadrado na candidatura ao POSEUR (POSEUR-03-2215-FC-000074), representando um custo total de cerca de 272 mil euros e uma taxa de cofinanciamento das despesas elegíveis de 85%, que se traduz num Fundo de Coesão de aproximadamente 251.400 euros.
  • “Recuperação de áreas degradadas pela ação humana em área do PNPG”: enquadrado na candidatura ao POSEUR (POSEUR-03-2215-FC-000069), representando um custo total de cerca de 133 mil euros e uma taxa de cofinanciamento das despesas elegíveis de 92,69%, que se traduz num Fundo de Coesão de aproximadamente 113.260 euros.
  • “Dinamização conjunta da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurés”: enquadrado na candidatura ao POCTEP-INTERREG (GERÊS_XURÉS_DINAMICO), representando um custo total de cerca de 88 mil euros e uma taxa de cofinanciamento das despesas elegíveis de 75%, que se traduz num FEDER de aproximadamente 66.030 euros.

O município de Melgaço, limitado a norte e leste pela região da Galiza e confrontando com o Rio Minho, está inserido numa região montanhosa, cujos valores patrimoniais e ambientais são referência reconhecida internacionalmente: integra a Reserva Mundial da Biosfera Gerês-Xurés e o único Parque Nacional do país, o Parque Nacional da Peneda-Gerês – PNPG.

O território é reconhecido pela sua riqueza e variedade em termos de fauna e flora. Na fauna destaca-se a Águia-real (Aquila chrysaetos), o Bufo-real (Bubo bubo), a Cabra-montês (Capra pyrenaica), o Corço (Capreolus capreolus), o Lobo ibérico (Canis lupus signatus); a Lontra-comum (Lutra lutra), a Rã-ibérica (Rana iberica), a Truta-do-rio (Salmo truta) e a Víbora-de-seoane (Vipera seoanei). No que à flora diz respeito encontramos o Carvalho, o Vidoeiro, o Pinheiro Silvestre, o Lírio-do- Gerês, a Orvalhinha e a carqueja.

De referir que Melgaço é, neste momento, o único município situado no Parque Nacional Peneda Gerês com a distinção de Destino Turístico Sustentável certificado, tendo conseguido o selo Prata da EarthCheck – órgão acreditado pelo Global Sustainable Tourism Council – GSTC para certificar destinos turísticos.

 

“Assumirmos um rumo cada vez mais sustentável para Melgaço é um propósito com impactos enormes no futuro do nosso território único e da nossa comunidade. O Turismo está no nosso ADN.  Por isso, apostamos num Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo que definiu os caminhos a percorrer para a afirmação e diferenciação como destino turístico. Criámos a marca Destino de Natureza Mais Radical de Portugal, recebemos o selo de prata da Earthcheck – órgão acreditado pela Global Sustainable Tourism Council (GSTC) para certificar destinos turísticos e alcançamos a certificação como destino turístico sustentável, tornando o nosso concelho Best Practice Internacional, ao nível das emissões de gases com efeito de estufa, consumo de água potável e resíduos sólidos enviados para aterro”, disse o autarca, Manoel Batista.

 

 

[Fotografia: Município Melgaço]

Últimas