PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Legislativas

Legislativas: Cientista de Coura tem ‘fórmula resolvente’ para o problema da desertificação

8 Setembro, 2015 - 07:19

84

0

Em entrevista à Rádio Vale do Minho, Tiago Brandão Rodrigues mostrou-se ‘convencido de que, se o PS ganhar estas eleições, haverá um compromisso sério de rever o mapa judiciário’.

O cabeça de lista do PS pelo distrito de Viana do Castelo está decidido a ajudar a resolver o problema da desertificação no Alto Minho. Cientista de profissão, Tiago Brandão Rodrigues deixou a investigação para trás e prepara-se para rumar à Assembleia da República. Na bagagem já leva uma ‘fórmula resolvente’ para fixar mais gente na região. “É a valorização das pessoas que aqui existem, dos nossos recursos e do nosso território. Com essas variáveis, que são complexas, conseguiremos afirmar o Alto Minho. E se afirmarmos o território teremos futuro”, disse o candidato à Vale do Minho. “Obviamente que nesta equação existem muitas variáveis. Mas se conseguirmos promover e valorizar os nossos produtos… se conseguirmos entender o quão importante é o nosso património ambiental e cultural, o nosso setor agrícola, a nossa fileira florestal, se aumentarmos acessibilidades e se conseguirmos promover o emprego, poderemos ter uma coleção de medidas que poderão promover as nossas indústrias”, continuou o candidato socialista.
Doutorado em Bioquímica, na especialidade de Biofísica Molecular, Tiago Brandão Rodrigues é também investigador de bioquímica e neurociências na Universidade de Cambridge. Questionado sobre o que o levou a candidatar-se, o cientista respondeu desde logo com um convite lançado por António Costa mas não só. “A minha situação em Cambridge era muito privilegiada. Tinha muitos graus de liberdade para continuar por lá. Mas quem já viveu longe, entende muito bem a inquietação que é não estar no nosso país. O que aconteceu foi um imperativo de cidadania em que decidi que devia aceitar este desafio”, explicou. “Senti que era tempo de ‘ir a jogo’. Com o atual estado de Portugal, faz cada vez mais sentido declarar que não se desiste do nosso país. O futuro acaba sempre por moldar-se pelas nossas ações do presente”.
Tiago Brandão Rodrigues crê que pode fazer a diferença no Palácio de São Bento. Argumenta com a área do saber que domina. Acredita que desenvolver mais a ciência pode trazer mais empregos. Mas está também convicto de que fará diferença nos conhecimentos que tem sobre a região. “Acredito que sendo daqui e conhecendo tão bem o nosso território, poderei ter uma ação muito fulcral. O Alto Minho é, sem dúvida, um território com futuro e tem de ter futuro. E esse futuro merece ser construído com a confiança que há-de acompanhar o esforço, o talento e as necessidades de todos os que vivemos aqui”, realçou.
Entusiasta do automobilismo, Tiago Brandão Rodrigues é um apaixonado pelo rali. Gosta de música portuguesa, sobretudo Sérgio Godinho. Adora futebol e tem o coração dividido entre o Benfica, a Académica, o Sporting de Braga e o Courense. A pouco mais de um mês de atravessar as portas da Assembleia da República, leva no coração os problemas da terra que o viu nascer. Não só as questões demográficas como também um Tribunal perdido e que espera recuperar. “Estou convencido de que, se o Partido Socialista ganhar estas eleições, haverá um compromisso sério de rever o mapa judiciário e restabelecer o Tribunal e a Comarca de Paredes de Coura”.
As eleições legislativas estão marcadas para o próximo dia 4 de Outubro.

Últimas