PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

1

0

Valença

Já provou ‘Leitão no Caixote’? Valença acredita que pode trazer grande fama ao concelho [FOTOS]

16 Setembro, 2023 - 19:17

2448

0

Prato é ‘estrela’ no Festival Gastronómico Sabores Serranos.

Só pelo nome, o prato já ganha um ar pitoresco. Mas afinal o que é este Leitão no Caixote?

 

O prato não será exclusivo de Valença. Nas redondezas, nomeadamente em Vila Nova de Cerveira, é também possível encontrar esta especialidade.

 

No entanto, nos últimos anos, o Festival Gastronómico Sabores Serranos tem projetado esta iguaria, tornando-a já um ícone da freguesia.

 

A Rádio Vale do Minho passou pelo evento, que está a realizar-se este fim de semana no local habitual: o alto de São Sebastião, com vistas generosas.

 

“Este é um tipo de leitão que é assado de forma diferente. E isso diferencia-o dos outros que encontramos por aí”, explicou-nos José Carlos Sousa, aos comandos da cozinha do certame.

 

Mas porquê o caixote? “Porque o leitão, em vez de assar ao ar livre, é metido neste forno em ferro e com cobertura em madeira”, apontou o responsável.

 

Ato contínuo, abriu um dos caixotes e mostrou-nos três leitões quase no ponto. Apresentavam uma outra particularidade: estavam abertos.

 

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

“Ao ser aberto, o leitão perde aqueles líquidos mais enjoativos. Fica mais bem assado e continua suculento”, explicou.

 

 

 

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

 

 

Carpinteira: “Pode ser uma alavanca forte”

Aos microfones da Rádio Vale do Minho, o Presidente da Câmara Municipal de Valença admite que o Leitão no Caixote é a “estrela” deste festival gastronómico.

 

“É um prato a explorar ainda mais, por forma a divulgar e a promover São Julião. Pode ser uma forte alavanca para levar mais longe não só o Sabores Serranos mas também esta zona de Valença”, acredita José Manuel Carpinteira.

 

Em sintonia, o Presidente da Junta da União de Freguesias de São Julião e Silva, Alexandre Lagoa, considera que há condições para levar o caixote mais longe.

 

“É um prato que rapidamente conquista todos os que nos visitam. Avançar com alguma certificação deste prato e olhando aos 10 anos deste festival gastronómico iria tornar este prato ainda mais reconhecido não só na região como também a nível nacional”, defende.

 

 

Presidente da Junta acredita nas potencialidades do Leitão no Caixote

[Fotografia: Rádio Vale do Minho]

 

 

Vale referir que o prato já recebeu incontáveis elogios não só por parte de anónimos, mas também por famosos. Durante a edição de 2018, este evento recebeu a visita do conhecido apresentador Fernando Mendes, que ficou deliciado.

 

 

 

[Fotografia: Arquivo/DR]]

 

 

 

Neste evento gastronómico, destacam-se ainda os fumeiros, com os chouriços, as chouriças, as chouriças de sangue e o presunto, os rojões, a orelha de porco, entre outros.

 

O bolo do tacho, a broa de milho e o caldo verde do Vale do Minho (que em 2011 foi elevado a uma das 7 Maravilhas Gastronómicas de Portugal), completam a mostra de sabores.

 

O festival começou este sábado. Do programa, está prevista para as 21h30 a atuação do grupo Almaviva.

 

Este domingo, 17 de setembro, realiza-se o Trilho Serrano, com saída às 9h00, da Capela de São Sebastião. Com uma distância de 10 kms e um grau de dificuldade média o trilho está aberto à participação de todos os interessados com inscrição prévia pelos telefones 961818354 ou 917445901. A participação é gratuita e com direito a reforço.

 

A abertura do recinto, ocorre às 11h30 e às 15h30 decorre o Encontro de Folclore Sabores Serranos com a participação do rancho Folclórico de São Julião, a Identidade Lusa Grupo de Folclore e a Asociación Cultural e Xuvenil do traxe Tradicinal de Tui.

 

Os Sabores Serranos são uma iniciativa da Junta da União das Freguesias de São Julião e Silva e do Rancho Folclórico de São Julião e contam com o apoio da Câmara Municipal de Valença e do meio empresarial local.

 

 

 

[Fotografia capa: Rádio Vale do Minho]

Últimas