PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Galiza

Galiza: Neste concelho também há Festa da Coca (dragão andou pelas ruas) – Veja as FOTOS

31 Maio, 2024 - 22:08

279

0

Tradição também na Galiza.

À semelhança de Monção, no concelho de Redondela, na Galiza, também existe a chamada Festa da Coca.

 

Acontece todos os anos no dia do Corpo de Deus.

 

Este ano não foi exceção, e dezenas de tapetes floridos encantaram ontem, quinta-feira, milhares de locais e visitantes neste concelho geminado com Monção.

 

 

 

[Fotografia: Concello Redondela]

 

 

 

[Fotografia: Concello Redondela]

 

 

[Fotografia: Concello Redondela]

 

 

 

 

Mas há diferenças na lenda

Em Monção temos um Santo [São Jorge] que, em plena Idade Média, acorre à vila e salva uma jovem apanhada pelo terrível animal. Derivações ao longo dos tempos disseram que o tenebroso dragão (Coca) veio mesmo das águas do rio Minho. 

 

Já em Redondela, o mesmo dragão teimava em sair das águas da ria de Vigo e invadir aquela vila na Idade Média.

 

Raptava jovens raparigas. Aqui foram os marinheiros da terra a colocar fim ao pesadelo. Apanharam o bicho e mataram-no com golpes de espada.

 

Em ambos os concelhos, esta vitória ainda hoje é celebrada. Um símbolo do triunfo do bem sobre o mal.

 

 

Localização de Redondela, na Galiza

[Fonte: DR]

 

 

 

A festa

As festividades começaram com a tradicional procissão em Honra à Virgem A Gabacha. Houve danças e muita música a acompanhar.

 

 

 

[Fotografia: Concello Redondela]

 

 

 

Finalmente a Coca apareceu perante a multidão. O dragão percorreu as ruas, juntamente com os cabeçudos ao som de gaitas de foles.

 

 

 

[Fotografia: Concello Redondela]

 

 

[Fotografia: Concello Redondela]

 

 

De onde vem o nome Coca?

“Dizem que a Coca era um monstro que outrora andava aqui nas águas do rio Minho e que apanhava as raparigas que encontrava na ribeira. Até que um dia, apanhou a mulher de S. Jorge”, contou o historiador José Hermano Saraiva em 1998, durante o programa televisivo Horizontes da Memória dedicado a Monção.

 

“Claro que S. Jorge não gostou. Ficou muito zangado. E travou um grande combate com a Coca… e matou-a”.

 

Mas que verdade é que pode existir nisto tudo?

 

Conta o historiador que “na Galiza existe o mesmo simbolismo da Coca”, dando exemplos de várias expressões galegas onde o termo se aplica como se fosse “um papão para meter medo”. E lança para a mesa a conhecida expressão “estar à coca”. “Porque o medo espreita-nos sempre”, disse.

 

 

 

[Fotografia capa: Concello Redondela]

Últimas