PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Galiza

Galiza: Lágrimas, bandeiras a meia-haste e três dias de luto pelo menino que morreu esquecido no carro

8 Julho, 2023 - 14:29

807

0

Criança terá sido vítima de golpe de calor.

Os moradores do concelho de O Porriño, na Galiza, concentraram-se este sábado em frente à Câmara Municipal local para manifestar solidariedade e apoio à família do menino de três anos que morreu dentro do carro na passa quinta-feira.

 

Terá sido esquecido pela mãe.

 

O Presidente da Câmara, Alejandro Lorenzo, classificou ao jornal Atlántico o episódio de “trágico e triste”. O Município acabou mesmo por suspender as tradicionais festas de Porrigalia e decretar três dias de luto, com bandeiras a meia-haste.

 

Foram feitos três minutos de silêncio. Houve ainda aplausos e dezenas de pessoas comovidas.

 

Ainda àquele jornal, uma das moradoras disse que conhece a mãe da criança e assegurou que “é uma pessoa muito responsável! A mais responsável que se pode encontrar”.

 

“Não sei como pode uma pessoa sobreviver com uma desgraça tão grande como esta”, acrescentou.

 

Recorde-se que um menino de três anos morreu durante a tarde de quinta-feira dentro de uma viatura num parque de estacionamento, na localida de O Porriño, na Galiza.

 

Segundo o jornal La Voz de Galicia, a criança terá sido esquecida pela mãe dentro da viatura.

 

A criança terá ficado duas a seis horas dentro do carro, estacionado no parque de estacionamento da empresa onde a mãe trabalhava.

 

Conta aquele jornal que a mãe ter-se-á esquecido de levar a criança ao jardim de infância pela manhã. O filho, que estaria a dormir, ficou no banco de trás.

 

O trágico episódio só foi descoberto pelas 15h45 quando o pai foi ao jardim de infância buscar o menino. Foi aí que o informaram que a criança não compareceu.

 

Após o alerta, a criança foi encontrada no carro. Já sem vida.

 

Como causas da morte, as primeiras hipóteses apontam para um golpe de calor. 

 

A Guardia Civil esteve no local. As investigações prosseguem.

 

 

 

[Fotografia: Alberte / jornal Atlántico]

Tópicos:

#Acidente

Últimas