PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Galiza

Galiza: Alemãs alugaram carro em Portugal – Enfiaram-se em ruas estreitas… e acabaram assim

22 Junho, 2022 - 12:51

3142

0

Olharam apenas às indicações do GPS. Ignoraram a sinalética.

Aconteceu ao final da tarde desta terça-feira, no concelho de Poio, na Galiza. Conta o jornal Quincemil que duas turistas alemãs, que tinham alugado carro em Portugal, decidiram visitar a localidade de Combarro naquele concelho.

 

Obedecendo apenas às orientações do GPS, entraram a fundo no centro histórico daquela localidade. Ignoraram sinais de proibição. Meteram-se por ruas estreitas e o inevitável acabou por acontecer: ficaram presas, sem possibilidade de prosseguir a marcha tal a reduzida largura das ruas.

 

Chamada ao local, a Polícia teve de recorrer ao apoio de um guindaste, um macaco hidráulico e mil manobras para remover o veículo daquele sítio. A operação durou cerca de uma hora e 20 minutos.

 

 

Mercedes era alugado – Tinha matrícula portuguesa

[Fotografia: Jornal Quincemil]

 

 

 

Apesar de todos os cuidados, o Mercedes de matrícula portuguesa ainda acabou por sofrer uma pancada e um arranhão.

 

Para além das despesas inerentes à complexa operação, as duas turistas acabaram multadas por circularem numa área cujo acesso é apenas autorizado a moradores em determinado horário.

 

Situação semelhante em Monção há três anos

Uma situação do género aconteceu em Monção, no Alto Minho, em dezembro de 2019. Um turista holandês, numa autocaravana, decidiu visitar as ruas do centro histórico.

 

No entanto, mesmo perante a artéria estreita que se apresentava, optou por continuar ao volante e enveredar por esta zona onde o trânsito é proibido, exceto a moradores.

 

 

Há três anos, um turista holandês meteu-se pelo centro histórico de Monção. Acabou assim.

[Fotografia: DR]

 

 

Demasiado longo, o veículo depressa entrou em dificuldades para prosseguir. Entre manobras para a frente e puxa-atrás, as amolgadelas começaram a acontecer.

 

Foi de mal a pior. A excessiva altura do veículo acabou também por danificar a varanda de uma residência naquele local.

 

Incapaz de se libertar daquele imbróglio, o turista com idade a rondar os 60 anos teve mesmo de pedir ajuda. Ao local acorreram a GNR e os serviços municipais. A autocaravana foi retirada, mas a aventura saiu cara ao turista.

 

Do incidente não houve qualquer ferido a registar.

 

 

 

[Fotografia capa: Jornal Quincemil]

		

Últimas