PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Melgaço

Felipe Orts foi ‘rei e senhor’ do ciclocrosse em Melgaço

15 Outubro, 2023 - 21:14

765

0

Ciclocrosse.

O espanhol Felipe Orts (Burgos-BH) e a belga Laura Verdonschot (De Ceuster-Bonache) venceram, neste domingo, em Melgaço, as corridas de elite da primeira prova da Taça de Ciclocrosse Credibom.

 

Após um verão que se prolongou pelas primeiras semanas de outono, a chuva brindou os quase 300 participantes na corrida deste domingo, dando contexto e coerência ao início da Taça de Portugal de Ciclocrosse, disciplina-rainha do inverno velocipédico.

 

Felipe Orts chegou ao Alto Minho como favorito para a competição masculina de elite, valendo-se do top 10 no ranking mundial de ciclocrosse.

 

No entanto, também abordou a corrida portuguesa após duas provas na Galiza, quinta-feira e ontem, nas quais foi batido pelo neerlandês Jens Dekker (Orange Babies Cycling Team).

 

Disposto a obter a desforra, Felipe Orts atacou cedo e isolou-se no início da prova.

 

Jens Dekker respondeu bem, com um desempenho em progressão até cerca de metade da corrida. O espanhol conseguiu, todavia, guardar energia para manter o adversário á distância.

 

No final, Felipe Orts triunfou com 26 segundos de vantagem sobre Jens Dekker.

 

O terceiro, a 1m21s, foi o espanhol Kevin Suárez (Nesta-MMR CX Team). O melhor português foi o jovem Rafael Sousa (Guilhabreu MTB), 11.º, a 5m10s.

 

 

Laura não deu hipótese

A corrida feminina de elite foi uma fotocópia do Ciclocrosse Internacional de Ribadumia, que ontem aconteceu na Galiza.

 

As seis primeiras na prova minhota foram as mesmas corredoras – e pela mesma ordem – que monopolizaram o ciclocrosse galego.

 

A belga Laura Verdonschot não deu a menor hipótese à concorrência.

 

Isolou-se na primeira volta e controlou a corrida a partir da frente para vencer com 20 segundos de vantagem sobre a espanhola Lucia González (Nesta-MMR CX Team).

 

 

 

[Fotografia: Federação Portuguesa de Ciclismo]

 

 

A terceira foi Sofia Rodríguez (Nesta-MMR CX Team), a 56 segundos. Ana Santos (X-Sauce Factory Team) fez uma corrida em progressão, acabando no sétimo lugar, com o estatuto de melhor portuguesa, a 4m25s da vencedora.

 

Os espanhóis dominaram as corridas de juniores.

 

Hodei Muñoz (Alimco Campagnolo) foi o melhor masculino e Lorena Patiño (XSM) impôs-se entre as femininas. Em cadetes brilharam João Vigário (Domarsa/Santa Cruz/Bicicastro) e Inês Fontinhas (Guilhabreu MTB).

 

Apesar da concorrência espanhola, as corridas de masters assistiram ao domínio português.

 

Registaram-se os triunfos dos masters 30 Fábio Oliveira e Ana Barata, dos masters 40 Rogério Matos (Rompe Trilhos/Ajpcar) e Virgínia Moreira (Saertex Portugal/Edaetech), do master 50 António Passos (Rompe Trilhos/Ajpcar) e do master 60 Joaquim Pinto (Silva & Vinha/ADRAP/Sentir Penafiel).

 

A primeira corrida do dia, não pontuável para a Taça de Portugal, foi a de juvenis. Os vencedores foram Aarón Rodríguez e Inês Fonseca (Águias Alpiarça/Triumtermica).

 

A Taça de Portugal de Ciclocrosse Credibom irá prosseguir com um fim de semana de duas corridas.

 

No dia 28 de outubro corre-se a segunda prova pontuável, em Oliveira de Azeméis, e no dia seguinte disputa-se a terceira etapa da Taça, em Vouzela.

 

 

 

[Fotografia capa: Federação Portuguesa de Ciclismo]

Últimas