PUBLICIDADE
3
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Monção

Especialistas das camélias de Monção apelam ao voto na japoneira de Guimarães

21 Fevereiro, 2024 - 19:49

434

0

“Sentimos o dever de consciencializar todos para os benefícios de termos uma ou mais camélias nos nossos jardins”.

A Associação Os Teimosos, de Monção, lançou esta quarta-feira à população um apelo ao voto na camélia-japoneira, de Guimarães, representante de Portugal no concurso Árvore Europeia do Ano.

 

A votação termina esta quinta-feira.

 

Recorde-se que, em colaboração com o Município de Monção, esta associação organiza todos os anos a exposição Monção em Flor de Camélia.

 

“Os Teimosos, como sócios da Associação Portuguesa das Camélias, manifestam apoio e apelam ao voto das pessoas nesta árvore! Sentimos o dever de consciencializar todos para os benefícios de termos uma ou mais camélias nos nossos jardins ou hortas, como forma de ajudar as abelhas a atravessar os nossos invernos rigorosos, uma vez que a plena floração é de dezembro até Abril!”, referiu a associação à Rádio Vale do Minho.

 

 

 

[Fotografia: Associação Os Teimosos]

 

 

 

A camélia-japoneira de Guimarães tem cerca de 300 anos.

 

Natural da Ásia Oriental, a árvore é um exemplo da arte de topiaria e foi podada durante séculos para alcançar o seu formato singular. É um exemplar considerado de interesse público desde 2022.

 

O Concurso Árvore Europeia do Ano foi criado em 2011 e é, desde aí, realizado todos os anos em fevereiro.

 

O concurso é organizado pela Environmental Partnership Association e tem como objectivo “destacar o significado das árvores centenárias e do seu património natural e cultural”.

 

Para votar e ver as outras árvores finalistas, é necessário clicar AQUI e seleccionar duas árvores.

 

Há 15 exemplares a concurso.

 

 

[Fotografias capa: Associação Os Teimosos | DR]

Últimas