PUBLICIDADE
AVANÇAR

Menu

+

0

0

Galiza

Eixo Atlântico pede que cimeira ibérica decida fim do ‘roaming’ em áreas fronteiriças

11 Maio, 2013 - 15:27

55

0

O presidente do Eixo Atlântico apelou hoje para que os governos de Portugal e Espanha acertem, na próxima cimeira ibérica, em Madrid, o fim do ‘roaming’ de dados e voz nas zonas de fronteira.

O presidente do Eixo Atlântico apelou hoje para que os governos de Portugal e Espanha acertem, na próxima cimeira ibérica, em Madrid, o fim do ‘roaming’ de dados e voz nas zonas de fronteira.

“É um tema que estamos a reclamar pelo menos desde a cimeira de 2012 e que infelizmente ainda não foi concretizado. Para a cimeira deste ano voltamos a pedir o agendamento do tema pelos governos dos dois países por ser um assunto de elementar justiça”, explicou hoje à agência Lusa José Maria Costa.

O presidente do Eixo Atlântico e autarca de Viana do Castelo admite ter “expectativas moderadas” face à implementação desta medida, apontada como necessária para reforçar os laços entre as regiões de fronteira, como decisão da próxima cimeira.

Isto apesar dos “contactos” em curso entre as operadoras dos dois países.A próxima Cimeira Luso-Espanhola realiza-se a 13 de maio em Madrid.Além do Eixo Atlântico, que reúne os interesses das 34 maiores cidades do norte de Portugal e da Galiza, também a Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças (RIET), sugeriu aos dois governos, em abril, o agendamento da isenção na cobrança de roaming das comunicações de voz e de dados, nas zonas de fronteira, como tema desta cimeira.

O objetivo é poder utilizar na zona de fronteira, em comunicações a partir de equipamentos móveis, qualquer operadora, portuguesa ou espanhola, sem custos acrescidos e independentemente do país (Portugal ou Espanha) em que os utilizadores do serviço se encontram.

Pedidos idênticos já tinham sido apresentados para a cimeira de 2012, realizada no Porto, mas o tema não obteve qualquer garantia por parte de Portugal e Espanha, até porque se trata de uma área explorada por operadoras privadas.

Além do ‘roaming’ de fronteira, RIET e Eixo Atlântico convergem também nas acessibilidades, no que toca a temas que pretendem ver abordados nesta cimeira.É o caso da reclamada interoperabilidade entre sistemas eletrónicos de pagamento de portagens nos dois países, aprovada na cimeira de 2012 e que, segundo o Governo português, deverá arrancar até junho.Em conjunto pedem ainda a criação de uma zona livre de portagens nas autoestradas junto às fronteiras dos dois países.

Últimas